Evandro Ferreira Iwa: ‘Visita do sabiá’

25/04/2021 10:44

Evandro Ferreira – IWA

Visita do sabiá

Choveu toda madrugada
Na friagem, entre palhas,
o Sabiá se escondeu
Não ousou aparecer,
nem falar que iria dormir

O Sabiá desapareceu
em seu aconchego, seu cantinho

Então, amanheceu!
O Sabiá deu-me bom dia
Cantou, falou e melodiou
Em forma de poesia
O Sabiá desencantou
Chamava pela amada
Sabiá Laranjeira,
apaixonado!

Acordou-me com o melhor despertar
Música, originalidade,
que sinfonia!
Retribuí ao Sabiá com canto
Sol tímido, Sabiá jubiloso,
um enorme encontro e encanto
Mas deixei-me encharcar
Da ínclita magia, sem nostalgia.

Cantei com o Sabiá
Simplesmente, amei
Vou tomar meu café
Porque a sobremesa
Ah! Já chegou na frente.
Ao Sabiá que canta, conta e encanta
Minha sincera gratidão
E ao Criador, Deus,
muito obrigado,
pelo novo amanhecer.

 

Evandro Ferreira Iwa

evandrofescritor@gmail.com

Tags: