Escritora Samanta Holtz lança livro amanhã em Sorocaba

07/10/2016 11:04

samanta-holtz-2-1-copyAutora foi destaque na última Bienal do Livro de São Paulo

 

quando-o-amor-bater-a-sua-porta-capaA escritora Samanta Holtz lança o livro “Quando o Amor Bater à Sua Porta” (ed. Arqueiro, 304 pá., R$ 34,90) e participa de um bate-papo com o público. O evento é amanhã (8), às 19h, na Livrarias Curitiba do Shopping Cidade Sorocaba [av. Itavuvu, 3365, tel. 15-3333-0550, Sorocaba-SP]. A entrada é franca.

 

Na última edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, a autora foi uma das campeãs de vendas da editora Arqueiro. O jeito descontraído de falar com o público e o enredo atraente foram os grandes motivos do sucesso.

 

Temática

No enredo, Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso.

 

Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião.

 

Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade. O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja. Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer.

 

A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.

 

Perfil

Desde pequena, Samanta era apaixonada pelas letras. Teve a infância dividida entre livros e histórias contadas pelos pais e pelo avô Paulo, que adorava reunir os netos e incendiar a imaginação deles com historinhas que eles nunca se cansavam de escutar.

 

No entanto, Samanta não se contentava apenas em ouvi-las; tinha tanta curiosidade para entender o significado daqueles conjuntos de letras e palavras que, aos cinco anos, aprendeu a ler sozinha. Foi o que bastou para que começasse a devorar os gibis do Maurício de Sousa, que a mãe nunca deixava faltar em casa. Até que percebeu que não se contentava apenas em ler e, aos sete anos, começou a criar seus próprios personagens e escrever histórias em quadrinhos. Se alguém perguntasse o que ela desejava ser quando crescesse, a resposta estava na ponta da língua: redatora do Maurício de Sousa.

 

Com o passar dos anos, as ideias e inspirações ganharam força e, aos 14, Samanta começou seu primeiro romance. Foi o ponto de partida em suas criações literárias e no sonho de se tornar escritora.

 

Mesmo sendo uma busca tão difícil, Samanta continuou escrevendo e, em 2012, viu seu grande sonho se tornar realidade com a publicação de “O Pássaro” (ed. Novo Século), romance histórico premiado no “Destaques Literários 2012” pelo júri técnico e também na votação do público. A boa aceitação logo abriu espaço para a segunda publicação, que aconteceu em 2013 com o romance “Quero ser Beth Levitt” (ed. Novo Século), o qual teve a primeira edição esgotada em apenas três meses.

 

Foi então que, em 2014, Samanta decidiu dar uma chance ao romance que escreveu na adolescência, o qual se tornou sua terceira obra publicada: “Renascer de um Outono” (ed. Novo Século). Em 2016, Samanta foi contratada por uma das maiores editoras do país, a Editora Sextante, e teve então a publicação do seu quarto romance, “Quando o amor bater à sua porta”, lançado pelo selo editorial Arqueiro.

 

Outras boas surpresas fizeram parte do caminho da autora, como convites para assinar colunas em revistas, participação em antologias, nas quais publicou os contos “A Pianista” e “A Contadora de Histórias”, e novas premiações. Em agosto de 2014, Samanta recebeu um dos prêmios mais significativos não somente para a sua carreira como para a sua pessoa: O Prêmio Anita Garibaldi – Em Defesa dos Direitos da Mulher. Em cerimônia realizada na Câmara de São Paulo, Samanta recebeu o troféu e a nomeação de Escritora Humanitária.

 

Com histórias românticas e cheias de surpresas, Samanta Holtz guia os leitores por uma deliciosa viagem, levando-os dos risos às lágrimas em questão de capítulos. Como dizem seus fãs: prepare o coração… e a caixinha de lenços!

 

Crédito das fotos

Divulgação

Tags: