Escritor Carlos Cavalheiro recebe menção honrosa por Conto

12/10/2016 22:18

O escritor, historiador e poeta Carlos Carvalho Cavalheiro recebeu Menção Honrosa no 7º Concurso Cidade de Gravatal de Literatura pelo seu conto ‘João da Cruz’

O Concurso, realizado pela Academia Gravatalense de Letras e a Secretaria Municipal de Turismo da cidade de Gravatal, Santa Catarina,  por meio da Biblioteca Pública Marlene Aspis, tem por objetivo valorizar a atividade literária em duas modalidades: Conto e Poesia.
Aberto a participantes de qualquer estado brasileiro e até do exterior, o concurso premiou 3 trabalhos em cada modalidade e ainda concedeu menção honrosa a 5 outros trabalhos.

As juradas, a poeta e escritora Ivanise Mantovani e a museóloga e poeta Teniza Spinelli elegeram as seguintes poesias:

Primeiro Prêmio com a poesia: “Meu pai semeado em campo aberto” deWalter Moreira Santos, de  Vitória de Santo Antão – Pernambuco

Segundo Prêmio com o trabalho: “Soneto com versos de água” de Helena Luisa Miranda Coentro de Miratejo, Corroios, Portugal

Terceiro Prêmio com o poema: “Horizonte” de  Luiz Walter Corsetti Doederlein, de Curitiba – Paraná

Foram dadas as seguintes Menções Honrosas:
1.”A Canção da noite perdida” de Zenilde Rodrigues Soares, de Belém do Pará

2. “Doa-se um espelho” de Sergio Bernardo de Nova Friburgo/RJ

3. “Versinho feminista”, de Eliana Ada Gasparini de Guarulhos/SP

CONTOS

Já os jurados de Contos Marlon Almeida, escritor, poeta e professor, e o poeta e agente cultural Gilberto Wallace escolheram os seguintes trabalhos:

Primeiro Prêmio com o conto “Mamão” de André Telecazu Kondo,  de Jundiai/ SP.
Segundo Lugar, com o conto “A cor certa” de Francisco Falabella Rocha, de BeloHorizonte/ MG.
Terceiro Prêmio, com o trabalho “Pelos Caminhos da Luz” de Wolmir Aimberê Alcantara Filho, de Vitória /ES.

Foram dadas as seguintes Menções Honrosas:

  1. O conto de “João da Cruz” de Carlos Carvalho Cavalheiro de Sorocaba/SP
  2. O conto “O relógio” de André T. Kondo, de Jundiai/SP  (autor do Primeiro Prêmio.

     Carlos Carvalho Cavalheiro reside em Sorocaba e é professor de História da rede pública municipal de Porto Feliz. É colaborador do jornal “Tribuna das Monções” (Porto Feliz) e ROL – Região On Line (Itapetininga). É ainda ‘Colaborador Emérito do Núcleo MMDC’ de Itapetininga Setor SUL, membro do Conselho de Defesa do Patrimônio de Porto Feliz e do Comitê do Arquivo Histórico de Sorocaba. Mestrando em Educação pela UFSCar – Campus Sorocaba. Este ano teve poesias suas selecionadas para o projeto“Pé de Poesia”,no qual os poemas foram impressos em placas que foram afixadas em árvores de praças de Salvador, Bahia. Recentemente, e num concurso, também de caráter nacional, e que fez parte da coletânea “Poesia Livre – 2016 – Concurso Nacional de Novos Poetas”, realizado pela Editora Vivara. Também recebeu Menção Honrosa no 6º Concurso de Microcontos de Humor de Piracicaba, no I Concurso ALAP “Paranavaí Literária” (promovido pela Academia de Letras e Artes de Paranavaí / PR)  e foi vencedor do Prêmio Sorocaba de Literatura com o livro “O Negro em Porto Feliz – Memória afro-brasileira numa cidade do Médio Tietê”.

Tags: