Equipes da escola ‘Coronel’, de Porto Feliz, continuam na disputa na Olimpíada de História

17/05/2017 08:09

GE DIGITAL CAMERA

Equipes da escola ‘Coronel’, de Porto Feliz, continuam na disputa na Olimpíada de História

 

Esta é a quarta vez que a EMEF. Coronel Esmédio participa da competição. As outras vezes foram nos anos 2010, 2011 e 2016. Em todos os anos a escola chegou até a penúltima fase (5ª Fase), resultado considerado excelente.

 

As 11 (onze) equipes de estudantes da EMEF. Coronel Esmédio, inscritas na 9ª Olimpíada Nacional em História do Brasil, promovida pela UNICAMP, foram aprovadas na 1ª Fase da disputa e participam nesta semana (de 15/05 a 20/05) da 2ª Fase, respondendo a 10 questões de História e realizando uma atividade proposta pela organização do evento.

A 9ª Olimpíada Nacional em História do Brasil iniciou a primeira fase com 12.028 equipes inscritas, um total de 48 mil participantes de todos os estados do país. A competição teve início nesta segunda (8). A primeira fase seguiu até sábado (13), quando todos os inscritos enviaram a prova com as questões respondidas.

Os estados brasileiros com mais inscritos são: São Paulo, com 2.651 equipes; seguido de Ceará, com 1.971 grupos; e Minas Gerais; ao todo 1.091 equipes.  A competição conta com representantes de todos os estados brasileiros e acontece em seis fases. Os estados brasileiros com mais inscritos são: São Paulo, com 2.651 equipes; seguido de Ceará, com 1.971 grupos; e Minas Gerais; ao todo 1.091 equipes.  A final, que é presencial, será realizada nos dias 19 e 20 de agosto na Unicamp, em Campinas-SP.

Em Porto Feliz, as equipes participantes da EMEF. Coronel Esmédio, orientadas pelo professor de História Carlos Carvalho Cavalheiro são as seguintes: As Monçoeiras (Amanda Moraes dos Santos, Ingrid Senciati  e Samira Senciati ), Os Bandeirantes de Porto (Hyago Mantuaneli , Larissa Dumont Rodrigues de Almeida e Kethillyn Regina Toledo), Os historiadores felizes (Katlyn Amanda de Souza Vieira, Gabrielle Bragantin Soares e Nilbert Davi Tuler de Moura), Os Iluministas das Monções (Gabriel Henrique Pedro, Lukas Renato Salles, Flavio Baldini), As Revolucionárias de Porto Feliz (Isadora Floriano Ferraz , Beatriz de Campos Alves  e Bianca Conrado Ribeiro), Elas (Marcela Andrade Veronezi Cavalheiro, Michele Ribeiro Bavati e Larissa Eduarda Tirabassi), LGC (Luís Guilherme Piva Cruz, Giovanna Eugênio dos Santos e Carolina  Gama de Almeida), JAS (Jannifer Kenedy dos Santos, Ana  Carolina Fernandes Rodrigues  e Samuel Gomes de Toledo Neto ), Waterloo (Bianca Laís Rodrigues Justino, Bárbara Lima Corrêa e Micaela Felix de Almeida), Ela & Eles (Rayane Camargo Feliciano da Conceição, Jean Vitor Reinaldo dos Santos e Arthur Cristian Tararan),  JAM (Julia Veiga, Adrielly Souza e Milene Aparecida dos Santos).

Esta é a quarta vez que a EMEF. Coronel Esmédio participa da competição. As outras vezes foram nos anos 2010, 2011 e 2016. Em todos os anos a escola chegou até a penúltima fase (5ª Fase), resultado considerado excelente.

O professor orientador das equipes, Carlos Carvalho Cavalheiro salienta que a participação da ONHB modifica a rotina da escola como um todo, trazendo ganhos incomensuráveis ao aprendizado dos estudantes, despertando o interesse dos mesmos pela produção do conhecimento histórico a partir da análise de fontes diversificadas que vão de reprodução de documentos oficiais a imagens (pinturas, fotos, charges…), a trechos literários, poesias, música e um universo infinito de suportes e tipos de fontes.

“Com isso, ao analisar uma fotografia, por exemplo, ou a letra de uma música, o estudante percebe que o conhecimento histórico é algo prático e que tem a ver com o seu cotidiano, com a sua vida”, defende o professor Carlos.

A Equipe Gestora da Escola, que forneceu toda a estrutura necessária para a participação na ONHB, é formada pela diretora Michele Alexandra Alves Pinho, pela vice-diretora Mariana Gomes Genestra Romano e pela coordenadora pedagógica do Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano), Selma Morro Correa.

Tags: