Elza Francisco: ‘Sopro de Vida’

19/01/2021 09:01

Elza Francisco

Sopro de Vida

 

Por um instante…

Meu ser vagante,

perambulou pelo céu

no rastro das estrelas.

Viu ao longe…

amores  perdidos,

saberes  vencidos,

alegrias  esquecidas,

almas  sofridas.

Num sopro de vida,

encantou  a poesia,

desatou  os nós

da fantasia…

para saltitar no balé

do novo dia.

Atores cantantes

ensaiaram  novos passos

na contradança

da esperança.

O céu sorriu contente…

aplaudiu o sopro de vida!

 

Elza Francisco

elza.franciso@uol.com.br

 

Tags: