Elza Francisco: ‘O bailado da partida’

03/08/2020 19:30

Elza Francisco

O bailado da partida

Ser.

Estar.

Permanecer.

Ficar.

A essência ficou.

A alma partiu.

Foi se despedindo

sem dizer adeus.

Escondeu-se na penumbra da noite.

Dissipou-se entre as nuvens.

Perdeu-se nos sonhos.

Brincou de pique com as estrelas.

Atropelou os cometas.

Iluminou-se com a luz da Lua.

Cegou-se com o brilho do Sol.

Embalou-se na poesia.

Bailou…

sem a energia do Amor.

Caiu em sono profundo,

para nunca mais acordar!

Elza Francisco

elza.francisco@uol.com.br

 

 

 

 

 

 

Tags: