Elza Francisco: ‘Medo castrador’

20/05/2020 22:18

Elza Francisco

Medo castrador

Foto by Elza Francisco

 

Um dia…

senti muito medo.

medo de crescer,

de atravessar o rio,

da escuridão da noite,

das vozes dos presidiários.

Homens e mulheres

 viviam ao meu lado,

escravizados

 pela sina

que dizima

a sociedade deseducada.

Lá fora…

a noite recebia o brilho das estrelas,

o bailar dos pirilampos,

o eco da sinfonia

regida pela saparia.

Mas…o medo,

Ah!…o medo

subtraiu o meu viver.

Balançou o meu coração

com medo de morrer!

 

Elza Francisco

 elza.francisco@uol.com.br

 

 

 

 

 

 

 

Tags: