Eliana Hoenhe Pereira: ‘Se não fosse a cobiça’

24/11/2021 21:26

Eliana Hoenhe Pereira

Se não fosse a cobiça

A natureza ameaçada

Silenciada

Sem defesa

Na sua exuberância

Em seu berço sagrado

Choram as araras

Vidas abaladas

Por mãos que exploram

Sem amor

E sem pudor

A terra sagrada

Que abastece

Aquece

Que faz germinar

A diversidade

Na sua exuberância

Choram as araras

Abalada pela indiferença

A harmonia do seu canto

Vai perdendo encanto…

 

Eliana Hoenhe Pereira

eliana.hoenhe1@hotmail.com

Tags: