Élcio Mário Pinto, escritor e colunista do ROL, lançará em março, na sua terra natal, Angatuba/SP, a 3ª Caravana Literária – Compartilhando Literatura

20/02/2018 23:18

Segundo o escritor, a iniciativa começou quando, a partir de um sonho tido por sua esposa, a também escritora e colunista do ROL Adriana da Rocha Leite, ele escreveu um conto para crianças

 

O escritor Élcio Mário Pinto, de novembro de 2013 (quando, então, lançou o primeiro livro) para cá, mostrou ‘a que veio’, em termos de Literatura!

Além de já ter publicado 30 livros, tem uma série de projetos literários, todos eles já implementados, dentre eles, a chamada ‘Caravana Literária’.

Segundo o escritor, a iniciativa começou quando, a partir de um sonho tido por sua esposa, a também escritora e colunista do ROL Adriana da Rocha Leite, ele escreveu um conto para crianças.

A partir desse sonho, ele publicou ‘A menina que virou passarinho’,  em homenagem à cidade de Indaial/SC, que, em 06 de outubro, comemora o dia da ave no município. Por decisão dos Poderes constituídos, a Saíra-de-sete-cores tornou-se ave-símbolo da cidade por força de lei municipal. Então, para comemorar, ‘com a boa gente do Sul do Brasil’, segundo comenta, lá esteve, acompanhado por Adriana Rocha, em 06/10/2015.

A partir desse conto, escreveu diversos outros, quando conheceu o COAVE – Clube de Observadores do Vale Europeu – com sede naquela cidade, que fizera um belíssimo trabalho de valorização de nossa fauna pelos municípios catarinenses para que escolhessem uma ave como seu símbolo oficial. Esse projeto de trabalho remonta ao desenvolvido pela cidade de Bonito, estado do Mato Grosso do Sul, que em 2009 elegeu o Udu-de-coroa-azul como seu símbolo oficial.

Ao primeiro  livro sobre as aves, somaram-se outros títulos publicados:

– ‘A Mata de Al’ – em homenagem à cidade de Blumenau/SC, que elegeu a ave Aracuã como seu símbolo oficial.

– ‘A vida que nasceu do barro: conversando com João’ – em homenagem à cidade de Dona Emma/SC, que elegeu a ave João-de-barro como seu símbolo oficial.

– ‘Bem-tim-bó’ – em homenagem à cidade de Timbó/SC, que elegeu a ave Bem-te-vi como seu símbolo oficial.

– “Cor-Uchas: voos da noite” – em homenagem à cidade de Pomerode/SC, a cidade mais alemã do Brasil, com a indicação da ave Coruja-de-igreja, para seu símbolo.

– ‘Gaturamo-verdadeiro: os presentes do Criador’ – em homenagem à cidade de Morretes/PR, com nossa indicação da ave Bonito-lindo, para seu símbolo.

Com estes conteúdos literários prontos e após diversos contatos com as cidades, planejaram a 1ª Caravana Literária, que aconteceu em outubro de 2015.

Já, a 2ª Caravana Literária ocorreu no estado da Paraíba, em setembro de 2017, com a publicação do livro ‘Catulino Capilé’, dedicado ao escritor Ariano Suassuna (1927-2014) e em homenagem às cidades: Taperoá, Cabaceiras, João Pessoa, Lagoa Seca e Campina Grande/PB e Caicó/RN.

O lançamento do livro uniu-se ao trabalho da Rede Pública Municipal de Ensino de Taperoá, que aplicou um de seus projetos literários e didáticos: ‘Vota Asas, Escola!’ com o trabalho – ‘Minha Escola tem Asas!’ –, quando cada escola escolheu sua ave-símbolo, por meio de votação aberta aos estudantes e à comunidade social. Foi a primeira Rede Pública Municipal de Ensino do Brasil a fazê-lo.

E agora, no mês de março de 2018, acontecerá a 3ª Caravana Literária na cidade de Angatuba/SP, sua  terra natal.

Como valorização à cidade, Élcio Mário Pinto fará a divulgação de sua publicação de dezembro de 2017 – ‘Alma-de-gato: protegendo os vivos, oferecendo a ave Alma-de-gato para ser seu símbolo oficial.

Nessa Caravana, Visitará escolas das redes municipal, estadual e particular.

O objetivo da Caravana Literária, segundo ressalta o autor do projeto, é valorizar a Literatura junto aos estudantes, crianças e adolescentes, incentivá-los à leitura e à escrita no contato direto com o escritor.

Élcio destaca que “é comum que estudantes tenham acesso aos escritos sem qualquer contato com seus autores. Pois bem, é o que fazemos de diferente: na Caravana, o escritor vai até o leitor para conversar sobre a escrita, a inspiração, a publicação e a Literatura.”

Como Educador que é e como valorização da Educação, oferece um kit de livros às escolas, para que a biblioteca ou sala de leitura disponibilize as publicações para empréstimo aos estudantes.

É importante destacar que não há qualquer cobrança financeira para as visitas e conversas com o escritor.

Diante de todo esse trabalho literário de grande fôlego, há de se questionar ao autor sobre os resultados do projeto. E Élcio, com um entusiasmo próprio de uma criança, não titubeia para responder: “É um verdadeiro banho para a alma! Os contatos são preparados, a escola envolvida, os alunos interessados e a Literatura valorizada pela escrita e pela leitura. Ali, acontece o maior prêmio de realização que um escritor pode receber: o reconhecimento de seus leitores!

Complementando sua fala, arremata: “Ver crianças acomodadas sobre o piso do pátio, lendo com todo interesse, é a maior paga que eu, como escritor, poderia receber!”

As publicações são possíveis graças ao apoio cultural da LEXMEDIARE – Primeira Câmara de Mediação e Arbitragem de Itapetininga e Região Ltda, por intermédio de seu braço literário, o Programa ‘LEXPUBLICA’. O projeto conta, ainda, com o imprescindível apoio da Crearte Editora, de Miriam Rangel, amiga e parceira; do Jornal ROL – Região On-Line, de Itapetininga, nas pessoas de seus editores – Helio Rubens e Sergio Diniz; Fotos JJ – de José Alberto e Janete, em Sorocaba e da Academia Votorantinense de Letras, Artes e História – AVLAH – Votorantim/SP.

Na semana de 05 a 09 de março de 2018, comemorando mais um aniversário de Angatuba – 11 de março –, a Caravana lá, para festejar com a Educação e a Literatura, toda a CIDADE, seus estudantes e seus profissionais do Ensino.

 

Organização da 3ª Caravana Literária (Passível de alterações)

Programação
Abertura: 04/03/2018, domingo à noite, após a missa.
Local: Casa da Cultura – Praça da Matriz.
05/03, Segunda-feira: 8h00 na EMEF “Prof.ª Maria Inês dos Santos” – Vila Ribeiro

05/03, Segunda-feira: 10h00 na EMEF “Prof.ª Hermínia” – Guareí Velho.

05/03, Segunda-feira: 13h00 na EMEF “Prof.ª Hermínia” – Guareí Velho

05/03, Segunda-feira: 15h00 na EMEF “Profª Maria Inês dos Santos” – Vila Ribeiro

06/03, Terça-feira – Manhã e Tarde: na EMEIF “Prof. Affonso Basile” – Bom Retiro

07/03, Quarta-feira: 8h00 na Escola Estadual “Dr. Fortunato de Camargo” – Centro

07/03, Quarta-feira: 10h00 na Escola “Planeta” – Centro

07/03, Quarta-feira: 16h00 na Escola Estadual “Ivens Vieira” – Centro

08/03, Quinta-feira – Manhã e Tarde: na EMEF “Maria Salete Basile Sales” – Centro

09/03, Sexta-feira – Manhã e Tarde: na EMEF “Prof.ª Maria Isabel Lopes de Oliveira” – Centro

Encerramento

Encerrando a 3.ª Caravana Literária,  no dia 09 de março (sexta-feira), às 20h00, na  Casa de Cultura – Praça da Matriz, haverá a apresentação da Companhia de Teatro ‘Elementos Anônimos’ – Antonio de Oliveira Júnior, Daniela Cristina Aparecida da Silva, Felipe dos Santos Rodrigues e Maria Gabriela de Mello Pedroso – apresentando a peça ‘Alma-de-gato’, do livro homônimo, lançado em 17/12/2017.

Com esta 3.ª Caravana – Compartilhando Literatura, Élcio Mário Pinto parabeniza sua cidade natal, da qual, assevera: “Dela saí para estudar, mas ela nunca saiu de mim!”

 

Tags: