Eduardo César Werneck: ‘ Meio século depois… reencontramos-nos!’

22/10/2019 10:46

… copiando Casimiro de Abreu… que saudades ‘desta’ aurora de minha vida, da minha infância querida… que os anos não trazem mais…”

Ao lado de minha inesquecível Professora de primeiro ano do primário – Helena Dirce Ávila

Precisava tanto tempo ?

Pois é… a vida e suas surpresas…

Enfim, podemos dizer de forma diferente: antes tarde do que nunca.

O fato é que na última reunião da Academia de Letras e Artes de Cruzeiro – ALAC – fizemos uma sincera e sensível homenagem à Professora Helena Dirce Ávila.

Ela foi a grande responsável por uma fundamental e grande questão: ensinou-me a ler, escrever, contar; e claro, a partir daí, a pensar e escolher. Não foi pouco !

Assim, a partir do mês de março de 1968, em expedientes diários e sem descanso, imprimiu o ritmo que faria toda diferença em minha vida. Aliás, não somente em minha vida, mas na de vários meninos que comigo se iniciaram no mundo encantado das letras, no Instituto Nossa Senhora Auxiliadora, em Cruzeiro.

Que saudades… copiando Casimiro de Abreu… que saudades desta aurora de minha vida, da minha infância querida… que os anos não trazem mais…

Não importa, com um poema declamado por um Acadêmico (Paulo Brito)… com uma música apresentada por outros dois Acadêmicos (Aline Nascimento e Hailton Portugal)… um arranjo de flores também oferecido por outra Acadêmica (Elza Francisco), a mim somente ficaram as lágrimas e a emoção de reencontrar alguém tão especial de minha vida… nem eu imaginava o quanto isto poderia me tocar !
Ou seja, o que uma Professora é capaz de fazer na vida de cada um de nós, ou, o quanto pode influenciar e diferenciar…

A ALAC cumpre, desta forma, sua razão de existir, pois a partir daqui tornar-se-á em uma trincheira de luta não somente à preservação da Memória e História… ou, a defesa da Cultura… não… não pararemos por aqui… faremos mais… muito mais !

Exaltaremos, com toda força de nossos corações, os grandes e inesquecíveis heróis – os Professores – notadamente, os das “primeiras letras”, porque queremos que todos saibam, e que os mesmos JAMAIS duvidem… nós nunca os esqueceremos…

Muitíssimo obrigado ‘dona” Helena…

Eduardo César Werneck
drwerneck@uol.com.br

Auditório lotado para homenagear a Profa. Helena Ávila, em sessão da ALAC

A Profa. Helena agradecendo a homenagem

Muitos Acadêmicos se uniram para esta sessão especial!

Acadêmicos e convidados de muitas cidades a reverenciá-la.

Tags: