Eduardo César Werneck: ‘ACLA – A Academia que virou mania!’

01/03/2018 07:05

“A Academia que virou mania, em expressão que não é minha, e mesmo emprestada, dá bem o tom do andamento de nossas reuniões…”

 

Mais um sábado !

Dia de reunião da Academia Cruzeirense de Letras e ArtesACLA !

E teve de tudo…

Performance poética onde a expressão artística em sua essência mais contundente, o Teatro (com o também ator e Acadêmico Vinicius Viana), se unindo à poesia da Acadêmica Sandra Vasconcelos. Resultado ? Show !

Aliás, a poesia deu o tom da reunião deste mês, pois também se apresentaram as poetisas Eve Zambrone, Viviane Varejão e a Acadêmica Aurora Motta ! Cada qual com sua forma de elevar o espírito… aliás… ei, Eve, Viviane, Ana Cláudia (também estamos te esperando !)… a Academia as acolherá de braços abertos !

Teve também a participação do jornalista e Acadêmico Arvelos Vieira dissertando sobre a “Academia que virou mania…”, cada vez com reuniões mais intensas e disputadas… frequência ascendente… e isso incomoda heim ?

Contou ainda com a leitura de um capítulo do novo livro do Acadêmico Eduardo WerneckUma luz ao fim do Túnel” – com a história de três abandonados pelo destino. Um livro que questiona coisas simples e absolutamente impensáveis, porém chocantes !

Já que falamos do “túnel”, da região “além túnel”, da belíssima e simpática cidade de Passa Quatro (MG), que faz divisa com Cruzeiro, veio o escritor Paulo Brito. Advogado e empresário nas “horas vagas”, e político com consciência, trouxe o seu instigante – Passa Quatro em Cantos”. Surpreendente… Poesia e Fotografia em união inspiradora !

Terminou, a reunião, com uma grande discussão !

Enfim, a ACLA, esta mania gostosa de passar uma tarde de sábado, vai ter sua Bandeira. A estreia será no aniversário de dois anos. O projeto é do acadêmico Plinio Guarany. Mesmo enfrentando duros desafios, jamais faltou a uma reunião sequer ! Trabalhou em momentos difíceis, e em 23 de julho teremos um dia inesquecível, com música na praça “9 de Julho”, a ACLA na alma, e muita força e disposição para prosseguir em sua caminhada !

Afinal, é a Academia que virou mania !

drwerneck@uol.com.br
Em uma tarde de sábado, uma plateia que sempre se renova e nunca diminui, ao contrário, só aumenta !

 

Um dos escritores que estiveram presentes, Paulo Brito, com o seu “Passa Quatro em Cantos”

 

As Acadêmicas Fernanda Nascimento, Eliana Hoenhe, Aurora Motta, Sandra Vasconcelos e o Acadêmico Vinicius Viana

 

No destaque a poetisa Eve Zambrone que se apresentou na ACLA

 

 O Acadêmico Plinio Guarany apresenta a proposta de uma Bandeira para a ACLA a ser lançada no aniversário de dois anos da mesma.
Tags: