Depredação de monumentos continua em Itapetininga. E o IHGGI continua consertando.

11/06/2018 23:34

Instituto Histórico recupera monumentos depredados

Devido às comuns depredações de equipamentos públicos na cidade de Itapetininga, em especial os poucos monumentos de valor histórico existentes na cidade, o IHGGI se propôs a recuperá-los por sua conta, já que a Prefeitura não consegue fazer a manutenção necessária.

O IHGGI – Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Itapetininga propôs e a Prefeitura aceitou, um acordo de trabalho onde a entidade cultural teria permissão para fazer a manutenção dos monumentos da área central, sem qualquer custo para a municipalidade. Isso só foi possivel graças ao apoio que o IHGGI recebeu do barbeiro Fabricio Agostinho que, a exemplo do que já tinha feito em Sorocaba, se prontificou a fazer o mesmo trabalho em Itapetininga, sem qualquer custo.

O primeiro monumento a ter o seu brilho original recuperado foi, ainda em 2017, o busto em homenagem ao patrono do Exército Duque de Caixas, localizado em frente a Catedral de Itapetininga. Não obstante a perfeição do trabalho, o monumento dias depois foi depredado por pessoas inconsequentes que não dão valor aos registros históricos da cidade. O restaurador Fabricio Agostinho novamente voltou ao local e reparou os danos causados.

Agora o mesmo monumento voltou a ser alvo de vandalismo e novamente, pela terceira vez, o IHGGI e sua equipe fizeram a manutenção.

Segundo Sergio Peiretti, do IHGGI, “nosso grupo esteve hoje avaliando os estragos feitos no monumento de Duque de Caxias e o Fabrício Agostinho vai executar novamente a restauração e a previsão para término é para o próximo domingo”.

O grupo que realizou a vistoria foi constituido por Sergio Peiretti, do IHGG e Jair Franci e César Almeida, ambos da Associação dos Ex-Atiradores do Tiro de Guerra, além dos restauradores Fabricio Agostinho e Ricardo Chicolli

Abaixo, algumas fotos da visita:

.