Com nova comédia colunista do ROL Rogério Sardela prepara seu retorno ao teatro

15/05/2019 21:30

O Salvador da Casa é o novo texto do jornalista Rogério Sardela

 

Dez anos separam o monólogo Revelações de Um Cinquentão e O Salvador da Casa, novo texto do jornalista Rogério Sardela, colunista do ROL.

A apresentação solo aconteceu em 2010, mas não pense o leitor que depois disso Sardela abandonou o teatro. O hiato teve seus motivos, os quais o próprio autor relembra: “de fato foi um período longo, mas enquanto fazia outras coisas, não deixei de gostar desta arte que é a mais antiga na História”, enfatiza.

Segundo o colunista do ROL, na vida profissional o fato de ter trabalhado em vários segmentos serviu de inspiração para diversos momentos de seus textos, que incluem ‘A Mulher Que Casou 18 Vezes – Parte II’, ‘O Convento das Almas Perdidas’ e ‘Uma Empregada Fora de Órbita’, entre outros.

“Determinada situação, nomes, histórias verídicas, são sem dúvida importantes fontes de criação”, conta Sardela, revelando que até mesmo quando esteve conselheiro tutelar, presenciou e ouviu muitos relatos, deixando escapar que de certa forma é possível aproveitá-los na composição da vida uma personagem.

“Uma década pode parecer bastante para o público que aguarda, é verdade, mas alimentei esse espaço com leituras de livros, jornais, vendo noticiários, filmes, peças, e claro, tirando de todos alguma coisa útil para o lado escritor”, observa o autor, que nesse intervalo continuou na imprensa e até mesmo disputou as eleições para vereador em 2016.

 

A nova peça

Mesmo em fase de ensaios, o autor adianta que já tem previsão de estreia e planos para o espetáculo.

Segundo ele, O Salvador da Casa chega em Setembro, mês em que comemoramos o Teatro no Brasil.

“A peça entra em cartaz em Itapetininga primeiro, é claro, mas já estou estabelecendo contatos para apresentações pela Região”, adianta Sardela, que não descarta a possibilidade de viajar com a comédia para outras cidades do Estado ou até mesmo fora.

Sobre o texto, além de autor, ele também vai dirigir e atuar. “Tudo acontece numa república”, comenta o escritor, resumindo que a história retrata a vida de personagens da vida real no Brasil: o desempregado que vive de bicos e do benefício do programa Bolsa-Família, um professor de escola pública e um vendedor de calçados, “este último fã incondicional de Michael Jackson”, adianta Sardela, que reserva uma carta na manga para o final da história, justificando o título O Salvador da Casa.

No elenco também os atores Magnus Machado, José Ferreira e Sérvulo Santos.

 

Apoio

Ciente das dificuldades que o Brasil atravessa, o autor sabe que conseguir apoio para a realização de espetáculos culturais não será tarefa fácil e nem novidade.

“Com ou sem apoio a peça vai acontecer”, ressalta Sardela, “Tenho certeza de que empresas e pessoas de bem vão se interessar pelo projeto, que deve abranger grande público”, finalizou.

Tags: