Com ação online, Teatro Unimed chega a 40 países

18/11/2020 21:26

Ao se reinventar para enfrentar a pandemia, produção cultural consegue alcance inédito. Espetáculo Madame Sheila, com Luis Miranda e direção de Monique Gardenberg, já foi visto por mais de 80 mil pessoas nos quatro cantos do mundo

Projetado pelo arquiteto Isay Weinfeld e inaugurado há um ano em uma das esquinas mais emblemáticas de São Paulo, da Alameda Santos com a Rua Augusta, o lindo Teatro Unimed logo chamou a atenção do público, artistas e produtores de espetáculo por reunir em um mesmo espaço localização acessível, design, conforto, versatilidade e funcionalidade, graças a sua alta tecnologia de estrutura de palco e bastidores. Sua capacidade de 240 lugares foi planejada para atender à demanda de uma série de iniciativas e espetáculos que careciam de palco e plateia com estas características. Agora, esse número de espectadores por cada sessão tem superado em muito os limites da lotação física, atingindo patamares nunca antes imaginados por produtores e artistas.
Decididas a manter viva a produção teatral durante o período de quarentena, as equipes do teatro criaram o projeto Teatro Unimed em Casa, que estreou em 1o de outubro, com o espetáculo Madame Sheila, estrelado por Luis Miranda e dirigido por Monique Gardenberg. Com visualização gratuita no site do Teatro Unimed (www.teatrounimed.com.br), a peça já foi vista por mais de 80 mil pessoas, em 40 países ao redor do mundo. Em todos os continentes, em países como Vietnam, Kenya, Qatar, Romênia, Sérvia, Marrocos, Namíbia, Estados Unidos, Alemanha, França, Austrália, Angola, Argentina, Israel e Japão, milhares de pessoas têm se divertido com o humor ácido e a crítica social da desaforada personagem e o texto politicamente incorreto criados por Luis Miranda.
Ao apoiar a cultura, a Central Nacional Unimed e a desenvolvedora Reud deixam claro o quanto isso é muito importante neste momento, tanto para a classe artística, como para a saúde mental da população. “Nossa cooperativa acredita que saúde vai muito além de cuidados físicos. Inclui estar com a mente bem, ter lazer, fazer boas escolhas e o que gosta. O teatro e a arte expressam muito bem tudo isso, afirma Alexandre Ruschi, presidente da Central Nacional Unimed. “O momento em que vivemos pede cautela e paciência para seguir com o distanciamento social, mas é preciso continuar olhando o outro com cuidado e é o que buscamos fazer ao promover o lançamento dessa peça inédita de forma virtual”.
É assim que o Teatro Unimed retoma suas atividades, levando cultura e entretenimento de qualidade não apenas ao público paulistano, mas de todo o Brasil e, até mesmo, do exterior. “É com muita alegria que conseguimos, neste momento de crise mundial, continuar gerando trabalho para um dos setores que mais sofreu com a pandemia, com dezenas de profissionais envolvidos, equipes totalmente dedicadas a levar às famílias brasileiras um espetáculo cheio de bom humor, que nos faz voltar a sorrir e, ao mesmo tempo, pensar. Uma produção inédita, de alta qualidade, que pode ser acessada gratuitamente por qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo”, afirma Fernando Tchalian, CEO da Reud.
A frase “o show tem que continuar” nunca fez tanto sentido diante do atual cenário de crise vivido por muitos artistas que atuam no palco e nos bastidores do teatro nacional. A pandemia causou um forte impacto na cultura. Além dos artistas, existem diversas profissões impactadas diretamente pelo fechamento dos teatros, deixando muitas famílias em situação vulnerável. A Associação dos Produtores de Teatro – APTR organiza uma campanha para arrecadação de recursos em apoio à alimentação dos que trabalham com a quinta arte. E o Instituto Central Nacional Unimed abraçou a causa. Por meio de doações, será possível recarregar 1,2 mil cartões alimentação VR Benefícios — isento da cobrança de taxas — já distribuídos para aqueles que estão sem trabalho na área, desde o início da pandemia da Covid-19, auxiliando os profissionais e suas famílias. O público de Madame Sheila faz parte dessa corrente do bem, doando qualquer contribuição por meio do aplicativo Ame Digital. Afinal, os espetáculos podem até ter dado uma “pausa”, mas a solidariedade não.
A direção de Monique Gardenberg faz uso de sua dupla experiência como diretora teatral e cineasta, para criar um espetáculo teatral digital com a colaboração de sua parceira Daniela Thomas (cenografia), Jorge Farjala (figurino), Glauco Firpo (direção de fotografia) e  Beto Bruel (iluminação), vencedor do Prêmio Shell 2020 por seu trabalho em Lazarus, espetáculo que inaugurou o Teatro Unimed. Depois de fazer grande sucesso com os públicos de Terça Insana e 5X Comédia, Madame Sheila ganha seu próprio espetáculo solo, concebido especialmente no formato digital para o Teatro Unimed. Determinado a levar o público a refletir e dar muitas gargalhadas com esta figura de personalidade excêntrica e divertida, Luis Miranda ratifica sua determinação e amor ao fazer teatro: “É assim que mantemos o teatro vivo, levando arte, diversão e cultura à casa das pessoas. Em momentos como este, precisamos encontrar espaço para rir, apesar de tudo. Madame Sheila é uma comédia inteligente, totalmente em sintonia com o meu trabalho de crítica social, com muita leveza e alegria, mas sempre um olhar crítico sobre as desigualdades do mundo e do nosso país”.
Teatro Unimed
Iniciativa da desenvolvedora Reud e projeto do cultuado arquiteto Isay Weinfeld, o Teatro Unimed está localizado em um dos pontos centrais da cidade de São Paulo: esquina da Rua Augusta com a Alameda Santos, a apenas uma quadra da Avenida Paulista. Com curadoria da programação feita por Monique Gardenberg, Carlos Martins e Jeffrey Neale, da Dueto Produções, o Teatro Unimed é voltado para espetáculos de alta qualidade e nunca antes exibidos na cidade, como o musical Lazarus, de David Bowie, com o qual abriu suas portas em agosto de 2019. Muito versátil, com o que existe de mais moderno em tecnologia cênica, ideal para espetáculos de teatro, música, dança, eventos, gravações e transmissões ao vivo, o Teatro Unimed é todo revestido em madeira, com 249 lugares, palco de 100m2, boca de cena com 12m de largura e fosso para orquestra. Primeiro teatro criado por Isay Weinfeld (responsável pelos projetos dos hotéis do Grupo Fasano, do residencial Jardim, em Nova York, e do Hotel InterContinental, em Viena), o Teatro Unimed ocupa o primeiro andar do sofisticado edifício projetado pelo arquiteto, o Santos Augusta, empreendimento da REUD, combinação única de escritórios, café, restaurante e teatro. Elegante e integrado ao lobby no piso térreo, o Perseu Coffee House é a porta de entrada do Santos Augusta. Com mobiliário vintage original dos anos 50 e 60, assinado por grandes nomes do design brasileiro, como Zanine CaldasRino Levi e Carlo Hauner, e uma carta de cafés, comidinhas e drinks clássicos, é o lugar perfeito para encontros informais, desde um café da manhã até o happy hour. O Casimiro Ristorante é uma iniciativa de um dos mais admirados e tradicionais restaurantes de São Paulo o Tatini, fruto da dedicação de três gerações de profissionais voltados para a gastronomia italiana de qualidade: Mario TatiniFabrizio Tatini e Thiago Tatini.
Central Nacional Unimed
A Central Nacional Unimed é a operadora nacional dos planos de saúde empresariais da marca Unimed. Sua carteira de clientes é composta por cerca de 1,7 milhão de clientes de grandes corporações brasileiras. Também trabalha com PME e foco regional em Salvador, Feira de Santana, Santo Antônio de Jesus, Itabuna, Ilhéus, São Luís, Brasília e São Paulo. Em 2019, a Central Nacional Unimed registrou receita de R$ 7,6 bilhões (+35,9% em relação a 2018). Também esteve entre as dez operadoras do País que mais cresceram em vidas 2019, com o maior faturamento e market share. É considerada uma das melhores empresas para se trabalhar e uma das melhores para se iniciar a carreira. Faz parte do Sistema Unimed, composto por 345 cooperativas médicas presentes em todo o território nacional, que compartilham os valores do cooperativismo e o trabalho para valorização dos médicos e da medicina.
Madame Sheila – Sinopse
Espetáculo teatral online dividido em oito atos semanais de até oito minutos cada, que mostra a vida e os pensamentos da Madame Sheila (Luis Miranda), socialite avessa ao calor do Brasil, que passa a quarentena cercada por empregados e prisioneira em sua própria mansão, em Paris. Divertida crônica do momento atual, que faz rir e, ao mesmo tempo, pensar sobre os comportamentos humanos. É o Teatro Unimed, localizado em São Paulo, tornando acessível sua programação para o Brasil e o mundo.
Madame Sheila – Ficha Técnica
Ator e Autor: Luis Miranda
Direção: Monique Gardenberg
Cenografia: Daniela Thomas
Figurino: Jorge Farjalla
Visagismo: Eliseu Cabral
Iluminação: Beto Bruel
Fotografia: Glauco Firpo
Som: Jorge Rezende
Edição: Ana Paula Carvalho
Direção de Produção: Clarice Philigret
Identidade Visual: Tommy Kenny
Produção: Adriana Vieira e Giovanna Parra
Realização: Dueto Produções
Madame Sheila – Serviço
Espetáculo: Madame Sheila
Local: Teatro Unimed em Casa (online)
Os oito atos da peça poderão ser vistos no site do Teatro Unimed até o dia 26 de novembro de 2020.
Classificação: Livre
Ingressos: gratuito
Duração: até 8 minutos cada ato
_______
Mais informações para a Imprensa:
Teatro Unimed

Tags: