Coletivo Mulheres Artistas – CMA promove mais um encontro do projeto Eles, Amigos Delas

08/10/2021 09:19

No programa de hoje (8), uma conversa que irá revelar o que os convidados pensam sobre questões relacionadas ao cenário sociocultural brasileiro e as realizações de mulheres artistas

Hoje (8), às 18h, o Coletivo Mulheres Artistas – CMA promove mais um encontro do projeto Eles, Amigos Delas.

Nesta edição,  Angeli Rose, escritora, fundadora e coordenadora do CMA; Rose Pereira, escritora, advogada atuante e secretária-geral da UBE-PB e Vivian Gestial, secretária escolar, iniciante como escritora e ativista cultural, conversam com o carioca Daniel Marchi, advogado e professor na Universidade Candido Mendes; o iguaçuano Carlos Augusto Souto de Alencar, Poeta, cronista, trovador, contista, seminarista, haicaísta, professor, geógrafo, historiador e técnico em meteorologia e o sorocabano Sergio Diniz, escritor, poeta e jornalista , um dos editores do Jornal Cultural ROL e do Inter-NET Jornal, que vão responder o que pensam sobre questões relacionadas ao cenário sociocultural brasileiro e as realizações de mulheres artistas.

Coletivo Mulheres Artistas – CMA

O CMA foi fundado pela escritora Angeli Rose um pouco antes da pandemia, a partir de conversas com amigas e confreiras de organizações diferentes.

O Coletivo surgiu num grupo de whatsapp com adesões que foram sendo feitas à medida que Angeli ia explicando, propondo e convidando.

Com uma adesão que chegou a contar com 42 pessoas, hoje o Coletivo reúne 36.

Como coletivo cultural, o CMA é autossustentável, sem fins lucrativos e coparticipativo. Tem como objetivos principais dar visibilidade à produção estética de mulheres artistas nas diferentes linguagens e produzir conteúdo para reflexões sobre a condição da mulher na contemporaneidade.

Atualmente, o Coletivo Mulheres Artistas tem dois projetos fixos: MULHERES ARTISTAS CONVERSAM… e ELES, AMIGOS DELAS. Todavia, já há uma memória bem estabelecida que está registrada no canal do YouTube do CMA.

Um dos princípios que rege o “coletivo” é promover o protagonismo feminino, por isso, as mediações são hoje em rodízio, de maneira a possibilitar que todas aquelas que desejem sejam mediadoras de algum evento.

O projeto Ele, Amigos Delas foi idealizado a partir da demanda de frequentadores das lives que, além de amigos, tinham um posicionamento de apoiar o CMA e a luta de mulheres e corpos feminizados.

A pauta “violência contra a mulher” permeia várias iniciativas, quer estética, quer puramente política. A inclusão social é outro ponto da pauta do CMA.

De acordo com Angeli Rose, “o bom desse projeto é o fato de que estamos entre amigos e cidadãos bastante qualificados”.

Tags: