Claudia Lundgren: ‘Ressuscitei’

04/04/2021 16:12

Claudia Lundgren

Ressuscitei

A cruz seria o fim de tudo?
O inferno em festa já comemorando.
Você ali morto, a tumba fechada;
seu corpo lá dentro, a pedra lacrando.

Eu sem esperança, já desfalecia.
Quem curaria minh’alma ferida?
Nas minhas noites, em pranto, acordada,
sempre Tu estavas secando-me as lágrimas.

Insuportáveis saudades sentidas
Das Tuas Palavras consoladoras.
Daquele abraço que me acolhia
quando o medo me afligia.

Não me olhavas com julgamento.
Como ninguém, me compreendia.
Me aconselhava com sabedoria;
sem Você, como seria?

Os dias são maus; no mundo, caos.
Tristeza e dor, cruel pandemia.
Não estou suportando tanta pressão,
parando está o meu coração.

Me sinto tão só sem Tua companhia…
Chorei sua partida e um anjo me disse:
‘Porque procuras entre os mortos
Aquele que vive?’

Como seria possível
alguém voltar à vida;
o corpo perecendo,
já morto de três dias?

Saí correndo então
com as forças que me restavam.
As pernas e a carga, pesadas,
buscavam por ti, desesperadas.

 

 

Até que avistei a tumba aberta
e no mesmo instante notei
que a porta do meu coração se abria.
Você voltou, e eu ressuscitei!

 

 

Claudia Lundgren

tiaclaudia05@hotmail.com

 

Tags: