Claudia Lundgren: ‘Outono dos meus devaneios’

02/04/2022 21:38

Claudia Lundgren

Outono dos meus devaneios

Agrada-me o tom de amarelo;

da folha mirrada, a textura.

Os céus serenos do outono

trazem mais paz ao meu sono.

O equilíbrio que tanto anelo;

Estação ansiada, candura.

 

Se foram as tempestades,

e as águas de março, amargas.

As correntezas dos rios,

barrentas, leões bravios,

que assolavam cidades,

seguem o curso mui plácidas.

 

O banco, no parque, cativo,

e a noite enluarada,

aguardam os nosso passeios.

Outono dos meus devaneios,

da inspiração, meu motivo,

sou por ti apaixonada.

 

Claudia Lundgren

tiaclaudia05@hotmail.com

 

 

 

Tags: