Claudia Lundgren: ‘Mostre-me sua poesia’

04/01/2022 14:06

Claudia Lundgren

Mostre-me sua poesia

Quero ver sua poesia, não apenas nos belos dias.

Em seu caderno, desejo ver versos brotarem

mesmo se, no pomar, aquele fruto não vingar,

ou, se no jardim, as flores mirrarem.

 

Se nada mais restar, se a dor de amor lhe tragar,

se o coração apertar, mostra-me sua poesia.

Que a sua reclusão possa, a outros, libertar;

suas lindas linhas sofridas, sinestesia.

 

Esprema a sua alma, jorre rimas perfeitas,

faça de tuas lágrimas as mais lindas palavras.

Transponha para o papel sua história desfeita,

emocione alguém com suas tristes metáforas.

 

Quero ver poesia em seu ser marcado;

nos sinais das suas mãos, na sua pele flácida.

Até o envelhecer, quero ver-te iluminado

pelo brilho do criar, beleza plácida.

 

E se a vida lhe açoitar, não perca a poesia.

Se lhe virarem as costas, que os versos lhe amparem.

Se fraco se sentir, escreva mais uma linha.

Que a pena, tua muleta, vida declare.

 

 

Claudia Lundgren

tiaclaudia05@hotmail.com

 

Tags: