Claudia Lundgren: ‘Meu batom vermelho’

18/09/2021 09:27

Claudia Lundgren

Meu batom vermelho

Meu batom vermelho

dos meus lábios, companheiro,

mofa na penteadeira.

 

A boca, antes carmim,

nua, deu lugar

a um tom quase marfim.

 

A máscara oculta

minhas caras e bocas;

intenções camufla.

 

Se há, por trás

um sorriso amarelo ou branco,

agora tanto faz.

 

Ninguém sabe, ninguém viu;

a marca do beijo encarnado,

há tempos que sumiu.

 

No cinema, faces borradas;

o rubro batom

a saliva retirava.

 

Apenas olhos no espelho;

e ressecam na penteadeira

o roxo, o rosa e o vermelho.

 

Claudia Lundgren

tiaclaudia05@hotmail.com

 

Tags: