Celso Lungaretti: ‘Missão cumprida, presidente! Agora nada lhe falta para matas as saudades dos ignaros velhos tempos…’

01/04/2019 22:33

Celso Lungaretti

 REUNIMOS 21 TEXTOS PARA SERVIREM DE ANTÍDOTOS À DITADURA.
UM PARA CADA ANO QUE O PESADELO DUROU

O Encontro com a ditadura já atingiu seu objetivo, o de oferecer farto material de leitura e consulta para quem busca informação isenta e consistente sobre o arbítrio que se abateu sobre o Brasil no dia 1º de abril de 1964 e o manteve subjugado até 15 de março de 1985.

Direto da Redação e o Náufrago da Utopia admitem publicar boas colaborações tardias que porventura ainda cheguem, mas o principal já foi feito, de forma que podemos passar ao balanço final.

Esperamos que nossos esforços dos últimos dias sirvam para aclarar a visão das novas gerações, ao oferecer-lhes uma alternativa às distorções da indústria cultural.

Uma destas distorções é exatamente quanto à data da ignóbil quartelada, assunto que o site Pragmatismo Político já esgotou num  post inquestionável e irrespondível.

Noutras circunstâncias se deveria considerar bizantina tal questão. Mas, tratou-se de uma virada de mesa imposta à força que, até no detalhe do rótulo (revolução de 31 de março), apostou em que os mais poderosos conseguiriam atropelar com êxito a verdade histórica.

 Primeiramente, jamais foi uma revolução (tanto que sua proposta inicial era apenas a de suspender garantias constitucionais enquanto efetuava uma cirúrgica intervenção saneadora, devolvendo em seguida as chaves do Palácio do Planalto aos civis).

Para piorar, nem sequer sucedeu na data trombeteada. Fake news ontem, fake news hoje. Essa gente não consegue viver sem eles…

Então, em meio a tanta mentira deslavada, a coincidência com o Dia da Mentira não só está inscrita na História, como estava de antemão escrita nas estrelas…

E que os leitores aproveitem as horas que restam do aniversário do golpe de 1964 para tomar conhecimento, nestas duas tribunas virtuais, de outras tantas distorções que têm prevalecido até agora porque os interessados em escamotear a verdade têm recursos materiais infinitamente maiores ao seu dispor e não hesitam em martelar as versões que lhes convêm até que passem por verdadeiras. Goebbels explica.

Eis a relação dos posts referentes ao Encontro que o Náufrago da Utopia publicou. Para acessá-los, basta clicar no título:

O COTIDIANO DE UM RESISTENTE (Celso Lungaretti)