Célio Pezza: ‘Brasil e Covid-19’

15/01/2021 18:11

Célio Pezza

Crônica # 449: Brasil e Covid-19

É triste ver como a grande imprensa brasileira usa os dados sobre as mortes pela Covid-19 de uma forma tendenciosa, política, sempre com o objetivo de maximizar os números dessa tragédia. Uma mesma noticia pode ter diferentes interpretações, mas quando se trata de desgraças no Brasil, predomina aquela versão que aumenta o terror e coloca sempre o nosso país como se fosse o pior do mundo. Qualquer morte é lamentável, sem dúvida alguma, mas o ponto é que sempre a noticia é dada de uma forma tendenciosa, sempre nos colocando no fundo do poço. De acordo com números levantados pela Agência de Notícias Reuters, com sede em Londres, temos números que mostram claramente que o Brasil nunca foi o pior país em termos de combate à pandemia, embora queiram nos passar essa imagem. O Brasil teve lamentavelmente até o momento, cerca de 203.580 mortes por Covid-19, o que significa 0,09% de nossa população de cerca de 212 milhões de habitantes. Países muito mais desenvolvidos e fortes economicamente mostram números piores, como por exemplo, o Reino Unido, com 83.203 mortes para uma população de cerca de 66 milhões de habitantes, dando um índice de 0,12%. Os USA, tiveram 376.168 mortes, o que significa 0,11%, tendo em vista sua população de aproximadamente 330 milhões de habitantes. Todos esses números são referentes ao mesmo período, ou seja, desde o inicio da pandemia até janeiro de 2021, e foram compilados pela Reuters com sua equipe internacional junto aos órgãos de saúde desses países e da própria OMS, ou seja, não são “Fake News”. Se fizermos uma estatística considerando a atual média de mortes por dia versus a população do país, temos outros números que também mostram que o Brasil está melhor que muitos países mais desenvolvidos e com muito mais recursos. Por exemplo, o Brasil apresenta cerca de 1.003 mortes diárias, com um índice de 4,7 mortes por milhão de habitantes; Os Estados Unidos apresentam cerca de 3.248 mortes por dia, com um índice de 9,8 mortes por milhão de habitantes, ou seja, duas vezes pior que o Brasil. A Alemanha tem cerca de 863 mortes diárias, com um índice de 10,7 mortes por milhão de habitantes, o Reino Unido tem 992 mortes diárias, com um índice de 15 mortes por milhão de habitantes, ou seja, mais de 3 vezes pior que os índices brasileiros. Apesar desses índices alarmantes, os noticiários brasileiros nos massacram dia e noite criando a falsa sensação de que o Brasil não sabe conduzir seus habitantes e alguns órgãos da imprensa chegaram até o absurdo de divulgarem que está acontecendo um genocídio no Brasil. Volto a dizer, estamos vivendo um período de trevas no mundo, mas temos que ter a consciência de que o Brasil está melhor que muitos outros países. Deveríamos parar de falar mal do nosso país e nos concentrarmos em potencializar o que tem de bom e não o que tem de mal. Esse é um momento crítico para toda a Humanidade, mas distorcer a verdade não ajuda em nada. Só atrapalha, cria mais medo na população e fortalece o Vírus.

 

Célio Pezza, janeiro, 2021

 

 

 

 

Tags: