Casa Kennedy de volta ao circuito cultural da cidade de Itapetininga

18/05/2019 17:38

 

Presença de grande público na abertura

A 1ª Mostra Artística da Casa Kennedy
contou com grande público na abertura

Dia 10 de maio último aconteceu a abertura da 1ª Mostra Artística da Casa Kennedy ‘As cores de Itapetininga’. As curadoras acharam que foi um grande sucesso com presença maciça da sociedade itapetiningana e dos artistas expositores.

Ao som da musicista Regiane dos Santos Hammarstron  o público pode entrar no salão nobre da Casa Kennedy e admirar a diversidade de estilos e técnicas das telas e desenhos expostos na Mostra.

A abertura contou com algumas obras dos consagrados pintores, como Volpi, Di Cavalcanti e Tarsila do Amaral e dos melhores artistas de Itapetininga: Adriana Freitas, Adriana Simões de Lima, Aline Katia Rodrigues, Ana Beatriz Bloise Vieira, Ana Elisa Bloes Meirelles de Arruda e Miranda, Angélica, Camilo Sarto Bezerra, Carminha Mello, Cristina Aparecida da Silva, Elze Arruda, Henrik Ribeiro, João Paulo, John Valenz, Juliana Sonoda, Juraci Fernandes, Leno Lima, Linda Catarina, Lu Sanches, Maria Cristina Xisto Paes, Mariza Salem, Nilce Santos, Patricia Tamara Hungria, Rejane Ruzza, Rico Ribeiro, Rosa Adélia Cruz, Rosa Isaac, Samuel Yuri Macedo, Silvia Andréia, Suzana Aragon, Tabata Marques, Valdirene Valtanabe, Victor Duarte e Walkiria Paunovic.

Além deles, alunos desenhistas de várias escolas de arte da cidade: Arthur Peccini dos Santos, Breno Rechineli Lara, Bruno de Azevedo Soares, Clarissa Maria Alapone, Erick Pereira Camargo, Gabriel Henrique, Isabelly, João Pedro,Julia Cristina Salem, Julia Ribeiro Silva, Larissa Aires Gomes, Luan Vieira Dallagnol, Luiz Daniel de Oliveira, Maikon Fabricio, Paulo Cesar de Meira, Rafael Lopes e Ricardo Yukio H. Doi.

O artista plástico John Valenz fez, ao vivo, durante a Mostra, uma pintura em aerógrafo, o que deixou o público admirado com a desenvoltura e a técnica do artista.

Foi exposta também uma escultura feita em madeira pelo escultor Marcio Galvão chamada de ‘Fonte do equilíbrio’ representando a ave ‘Ibis’, segundo o artista e que foi gentilmente emprestada pelo Museu Ferroviário de Itapetininga.

Houve também na abertura da Mostra, um cantinho todo especial chamado de ‘Artes em Artesanato’, que contou com artesanatos diferenciados de Itapetininga, como  bordados livres, ‘hama beads’, feltro e ‘pixel art’ da Carol Cunha, da Loft 05; a saboaria especial da Vanessa Paunovic; o ‘scrapbooking’ da Ana Elisa  Arruda  Miranda, da Anelis’Artes; as bolsas em couro artesanais do Gabriel Resende e as bijuterias artesanais da artista plástica Elze Arruda.

Participaram sete escolas de artes de Itapetininga: Atelie Arte da Vida de Juraci Fernandes, Elze Arruda Ateliê, Escola de Pintura Bonati, HR Atelier de Henrik Ribeiro, O Ateliê de Mariza Salem, Spazio Arte Atelier de Susana Aragon e Studio de Artes Victor Duarte.

A Mostra tem a curadoria das artistas plásticas e colunistas do ROL  Ana Elisa Bloes Meirelles de Arruda e Miranda e  Walkiria Paunovic e ficará aberta ao público até o dia 30 de maio das 14 às 17 horas, de segunda a sexta feira, e aos sábados, das 15 às 18 horas. A entrada é gratuita.

O agendamento de escolas para visitação, pode ser feita através do telefone 15/3271-0955.


A musicista Regiane dos Santos

As curadoras Ana Elisa e Walkiria com seus maridos e o casal Geraldo Toledo e esposa

Aristeu Correa, Jorge Paunovic e Giovanni Ferrari

As principais artistas de Itapetininga prestigiaram o evento

O artista Rico Ribeiro e sua filha, com as curadoras

 
A artesã Carol Cunha do Loft 05

 

Tags: