Artista Plástico Manhuaçuense pinta os personagens históricos do Presépio de Natal em madeira MDF

18/11/2021 20:08

O Artista Plástico Fabrício Santos projetou e confeccionou o desenho e pintura das peças em MDF para o residencial Imperialle de Manhuaçu – MG

Coluna Resenha Cultural Fabrício Santos

O Artista Plástico Fabrício Santos projetou e confeccionou o desenho e pintura das peças em MDF para o residencial Imperialle de Manhuaçu, dos seguintes personagens do Presépio: Menino Jesus, o Filho de Deus, o Salvador; Virgem Maria, a Mãe de Jesus Cristo; José, o Pai de Jesus Cristo na terra; Manjedoura com palhas com o menino Jesus deitado ao centro, um estábulo com o burro, vaca e mais três ovelhas, animais que representam a simplicidade do local onde Jesus nasceu e a Estrela de Belém.

Considerado uma tradição, o Presépio de Natal faz, através de uma montagem de peças, uma referência ao momento do nascimento de Jesus Cristo, tendo o Menino Jesus na

manjedoura, como figura central, e apresentando à sua volta lugar e personagens bíblicos presentes neste que é considerado um momento cristão fundamental da história.

Segundo fontes históricas a origem do Presépio de Natal nos remete à montagem do primeiro deles, feita por São Francisco de Assis, no Natal do ano de 1223. Conta a história que o frade católico montou o presépio em argila numa floresta, sendo que a sua ideia era explicar às pessoas sobre significado e como foi o nascimento de Jesus Cristo.

tradição se espalhou pelo mundo e os presépios podem ser vistos em formatos, materiais e tamanhos diferentes, com montagens que vão desde as miniaturas até o tamanho real de seus personagens.


Presépio, na língua portuguesa, designa o local da Natividade. O presépio, todavia, é também uma referência cristã que remete para o nascimento de Jesus em Belém, na companhia de São José e da Virgem Maria. Conta a Bíblia Sagrada no livro de São Lucas 2,1-7 que, por motivo de recenseamento de toda a Galileia, São José e a Virgem Maria foram para as imediações da Judeia, na cidade de Davi, chamada de Belém.

De acordo com a mesma fonte, após o nascimento, Jesus foi envolto em panos e deitado em uma manjedoura destinada para a alimentação de animais, pois não havia lugar para eles na estalagem, e foi visitado, após o nascimento, por pastores da região, avisados por um anjo, de acordo com o livro de Lucas 2,10-16, e, uns dois anos mais tarde, não na manjedoura, mas na casa de Jesus, por Três Reis Magos vindos do oriente, guiados por uma estrela, os quais ofereceram ouro, incenso e mirra à criança, de acordo com o livro de Mateus 2, 1-12.

Matéria originariamente publicada na coluna Resenha Cultural Fabrício Santos, do Portal Zona da Mata News, em 15/11/2021.

Comendador Fabrício Santos

Matéria enviada pelo correspondente de Manhuaçu/MG, Comendador Fabrício Santos.

Tags: