Artigo de Celso Lungaretti: ‘”Ave, Cesare, os que leram teus livros te saúdam!”

07/12/2015 17:42

NESTA 3ª, CESARE BATTISTI ESTARÁ LANÇANDO “O CARGUEIRO SENTIMENTAL” EM PORTO ALEGRE.

 

Battisti foi recebido com muito carinho pelos gaúchos em 2012

Na noite de amanhã (3ª feira, 08/12), Cesare Battisti estará autografando em Porto Alegre O cargueiro sentimental, que chega ao Brasil 12 anos depois de lançado na Franca.

Segundo Carlos Lungarzo, biógrafo brasileiro de Battisti, esta novela noir inspirada nos dramas e tragédias da ultraesquerda italiana foi uma de suas obras mais elogiadas pela crítica, merecendo do prestigioso semanário Paris-Match uma saudação espirituosa: “Ave, Cesare, os que leram teus livros te saúdam”.

Trata-se de uma história de amor, melancólica e triste, na avaliação de Lungarzo, que acrescenta:

…o protagonista é um jovem italiano que deixa a casa de seu pai (antigo e involuntário resistente contra o fascismo) para embrenhar-se na luta contra os restos de fascismo na Itália. Ele se apaixona por uma garota que fica grávida, que logo se afasta dele sem deixar rastos, até que o protagonista sabe que ela morreu, mas deixou uma filha que também é militante. Isto faz que ele empreenda uma procura desesperada por sua filha, uma tarefa que colocará em cena os problemas de três gerações de militantes, a do pai resistente antifascista, a da namorada e parceira de militância, e a filha de ambos.

Ao contrário do farto noticiário sobre a encarniçada perseguição política que lhe foi movida por Silvio Berlusconi, cujo ato final seria a rejeição do pedido de extradição italiano por parte das autoridades brasileiras (vide aqui), a carreira literária de Battisti é pouco abordada na internet. Há registros de pelo menos 18 livros lançados, desde os policiais da série noire da editora Gallimard com que se projetou na década de 1990 até a autobiografia Minha luta sem fim (2007) e os romances de inspiração autobiográfica Ser bambu (2010) e Ao pé do muro (2012).

Ele lamenta que seu melhor momento como escritor tenha sido interrompido quando as pressões italianas fizeram a França recuar do compromisso assumido com militantes italianos refugiados, de permitir-lhes viver em paz desde que não se dedicassem a atividades políticas; após 13 anos de calmaria, foi obrigado a empreender nova fuga. Desde então as novas obras se tornaram esporádicas e os lançamentos foram prejudicados por sua ausência –casos de Ser bambu e Ao pé do muro, que certamente obteriam maior repercussão na França caso ele fosse ele a apresentá-lo e dar entrevistas.

 

 

 

 

SERVIÇO

EVENTO: lançamento do livro O cargueiro sentimental (Martins Editora, 2015, 180 páginas), de Cesare Battisti

LOCAL: Livraria Palavraria

ENDEREÇO: rua Vasco da Gama, 165 – bairro Bonfim – Porto Alegre/RS

HORÁRIO: a partir das 19 horas

 

Tags: