Artigo de Celio Pezza fala sobre o desaparecimento de crianças e adultos e lembra o caso do avião que sumiu com 239 pessoas.

29/07/2015 00:23

Celio Pezza – Crônica # 271  – Desaparecidos

 

Colunista do ROL

Celio Pezza

No dia 25 de maio celebra-se o Dia Internacional das Crianças Desaparecidas e no dia 30 de agosto, temos o Dia Internacional dos Desaparecidos.

A cada ano, estima-se que, só no Brasil, desaparecem cerca de 200 mil pessoas, sendo que 40 mil são crianças.

Apesar da grandeza do número, até hoje não existe uma estatística oficial e correta, pois não existe um banco de dados confiável.

De acordo com a UNICEF, mais de 1,2 milhão de crianças são traficadas anualmente no mundo, muitas delas vendidas como escravas.

Em países da África e Ásia, não existem dados sobre desaparecimentos e mesmo na Europa e nos Estados Unidos são falhos.

Na verdade, este é um problema mundial, mas ninguém dá a devida atenção.

Por que desaparece tanta gente no mundo?

Sabemos que parte foge de casa, muitos são doentes mentais e acabam perambulando pelas ruas, outros são raptados para transplantes de órgãos, adoções irregulares, exploração sexual, etc., mas temos perto de 10% desse total que simplesmente desaparecem para sempre, sem nenhuma explicação plausível.

As teorias da conspiração falam em abduções alienígenas acobertadas pelos governos, daí a falta de interesse em solucionar o problema. O fato é que esse número de desaparecidos inexplicáveis só aumenta ano a ano, apesar dos esforços das diversas ONGs não governamentais, como a Associação dos Desaparecidos do Brasil, o KDVC, Child Focus, Mães da Sé, e muitas outras.

Nos Estados Unidos, o FBI recebeu mais de 500 mil informes de desaparecimentos em 2014, sendo que um canal de televisão de Washington lançou uma campanha de conscientização utilizando a chamada “every90seconds¨. Essa campanha foi baseada na informação do Departamento de Justiça, que uma criança desaparecia a cada 90 segundos em solo americano.

O que fazer? Por que somem tantas pessoas?

Mesmo supondo que grande parte tenha sido encontrada ou tenha tido uma explicação, temos uma parcela insólita de adultos e crianças que sumiram sem nenhuma explicação racional. Aliás, lembram-se do avião da Malásia Airlines com 239 pessoas a bordo, que desapareceu em 08 de março de 2014 após voar aproximadamente por uma hora. Era um Boeing 777-200, que decolou de Kuala Lumpur, capital da Malásia, com destino a Pequim, na China. O avião simplesmente desapareceu do radar, após um comentário rotineiro do piloto avisando que tudo estava bem. Muitos se perguntam como não localizar um avião desse porte, com toda a tecnologia existente? Da mesma forma, onde estão esses desaparecidos do mundo todo?

Célio Pezza   /   Julho, 2015

Tags: