Após duas temporadas de sucesso, espetáculo teatral reestreia neste sábado, 07/08, sob direção de Nelson Baskerville

08/08/2021 22:09

Com a direção de Nelson Baskerville, 16 atrizes e atores, valendo-se da autoficção, apresentam solos de 10 minutos cada, crônicas criadas no isolamento de suas casas durante a pandemia causada pelo coronavírus

São Paulo, Julho de 2021: Depois de duas temporadas de sucesso em dezembro de 2020 e em março de 2021, a terceira edição do projeto teatral Solos em Confinamento, batizada de Terminal Só, reestreia em curtíssima temporada neste sábado, dia 07 de Agosto de 2021. Durante 4 apresentaçoes aos sábados e domingos, dias 07 e 08 e 14 e 15 de agosto, o espetáculo será apresetando ao vivo, das respectivas casas dos atores e atrizes que compoem o elenco.

Diretor: Nelson Baskerville. Foto: Alê Ruaro.

Com um elenco que reúne atrizes experientes da cena teatral brasileira e jovens atores, apostas do diretor, Terminal Só apresenta nomes com nomes como: Vinicius Aguiar, Ana Nero, Paula Liberati, Luciana Caruso, Camila Cruz, Deia Leopoldino, dentre outros.

Com a direção de Nelson Baskerville, 16 atrizes e atores, valendo-se da autoficção, apresentam solos de 10 minutos cada, crônicas criadas no isolamento de suas casas durante a pandemia causada pelo Coronavírus. O público é convidado a uma viagem em histórias dos mais variados temas e texturas. Uma radiografia desse mundo de pandemia, extremismos, dores por mortes, dores de amores, cicatrizes e histórias fantásticas que passam pelos anos da ditadura civil militar no Brasil, violências familiares, amor ao teatro, busca das raízes, busca da identidade, a língua “brasileira”.

Um trem sobre trilhos onde o espectador é convidado a viajar e ingressar em cada um dos 16 vagões da locomotiva onde em cada parada haverá apenas um artista para ingressar. A mostra, que acontece ao vivo via Sympla Streaming, é dividida em três atos temáticos, chamados de estações: Estação 1 às 19h, Estação 2, às 20h e Estação 3, às 21h. O ingresso dá direito a assistir às quatro estações que relacionam-se de maneira independente.

O público fica livre para entrar na sala às 19h, 20h, ou 21hrs ou para assistir aos três atos em sequência. Caso deseje assistir os atos em diferentes dias, é possível adquirir o ingresso para a nova sessão. No final todos serão convidados a participarem de uma roda de conversa com o elenco e diretor.

Com um grande elenco, que reúne atrizes experientes da cena teatral brasileira e jovens atores, apostas do diretor, Terminal Só apresenta nomes como: Vinicius Aguiar, Ana Nero, Paula Liberati, Luciana Caruso, Camila Cruz, Deia Leopoldino, dentre outros. O espetáculo é resultado da oficina “Solos em Confinamento – Dramaturgia em pequenos formatos 2” criada por Nelson Baskerville especialmente para o projeto de Oficinas de Montagem Inbox Cultural.

 

*Programação das Estações com ordem dos solos e horários:

Estação 1 – 19 horas
BALANÇA-CAIXÃO Camila Cruz
ENTROPIA Lucca Gussoni
ARANHA PIRATA Paula Liberati
O FIO INVISÍVEL Ana Nero
A VIDA COMO ELA ERA – Juliana Robertz
Estação 2 – 20 horas
O QUE SOBROU? Juliana Mesquita
POWERPÉRIO Luciana Caruso
AIRE Marieli Goergen
FORTALEZA Simone Évanz
PRA QUE MINHA MÃE ME RECONHEÇA Ivan Alves
Estação 3 – 21 horas
TÉTRICA  Andrea Leopoldino
ELA Vinicius Aguiar
ILHA DAS FLORES Ricardo Valle
VACA INDOMADA Ana Bonetti
A ESTRANHA Michelle Braz
EU SOU ATRIZ Luma Duarte

SERVIÇO: 

TERMINAL SÓ 

Curtíssima Temporada

Dias 07 e 08, 14 e 15 de agosto

Sábados e Domingos às 19:00

Ingressos a R$20, R$30, R$40 e R$50 reais.

Via Sympla Streaming: www.sympla.com.br/inboxcultural 

Duração: cada ato/estação dura 1h

Todos os dias o público é convidado para uma conversa após a sessão

Classificação: 18 anos

Instagram: @terminal.so

 

FICHA TÉCNICA:

Terminal Só – Solos em Confinamento

Direção: Nelson Baskerville

Criação:  Ana Bonetti, Ana Nero, Andrea Leopoldino, Camila Cruz, Ivan Alves, Juliana Mesquita, Juliana Roberta, Lucca Gussoni, Luciana Caruso, Luma Duarte, Marieli Goergen, Michelle Braz, Paula Liberati, Ricardo Valle, Simone Évanz, Vinicius Aguiar

Direção técnica: Ivan Alves

Arte Gráfica: Nelson Baskerville, Juliana Poggi e elenco

Comunicação Digital: Juliana Poggi

Trilha sonora: Lucca Gussoni, Ivan Alves e Guilherme Kuraoka

Assessoria de Imprensa: Bossa Comunicação

Produção: Letícia Crozara

Direção de Produção: Júlia Ribeiro e Kauê Telolli

Concepção: Nelson Baskerville

Realização: Inbox Cultural

Tags: