Apenas as penas… poesia de Marcelo Augusto Paiva Pereira

27/04/2020 08:21

APENAS AS PENAS…

 

Em quantas são a diversidade das penas,

E por quantas delas percorremos no curso da vida.

Cada pena com sua função, mas todas são parecidas,

Desenham nossos caminhos com firmeza e sem pena.

Algumas penas tem a força de uma sentença,

Outras trazem a cura de alguma doença;

Ainda outras se harmonizam apenas,

Mas suas medidas não se faz com trenas.

Muitas penas fizeram as asas de Ícaro e de seu pai,

Às vezes borram textos com tinta que se esvai;

Tingem o arco-íris e do futuro criam várias cenas,

Mas, dissolvem o colorido de nossas vidas sem pena.

Que pena…

Marcelo A. Paiva Pereira