Antologia Internacional ‘Pegasi’ em Prosa e Verso Open Lane 5 será lançada na Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro 2021

29/11/2021 11:55

Com lançamento no dia 5 de dezembro, às 16h, a coletânea reúne 70 coautores de vários estados brasileiros e da Albânia, Alemanha, Grécia, Inglaterra, Itália, Kosovo, Portugal e USA

A Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro 2021, que será realizada do dia 3 a 12 de dezembro, na Riocentro, contará com o lançamento da Antologia Internacional ‘Pegasi’ em Prosa e Verso Open Lane no dia 5 de dezembro, às 16h.

A coletânea, que reúne 70 coautores de vários estados brasileiros e da Albânia, Alemanha, Grécia, USA, Itália, Kosovo e Portugal, será lançada no dia 5 de dezembro, às 16h.

Magna Aspásia Fontenelle

Organizada pela profa. Dra. Magna Aspásia Fontenelle (Brasil) e  Prof. Dr. Kristaq F.Shabani (Albânia), a coletânea é composta de 29 escritores estrangeiros (Albânia, Alemanha, Kosovo, Inglaterra, Itália, Portugal, USA, Grécia e  de 41 brasileiros, dos seguintes Estados: Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Amazonas, Tocantins, Pernambuco, Rio de Janeiro, Bahia, Ceará e Distrito Federal, perfazendo um total de 70 escritores, objetivando a troca de valores universais.

Prof. Dr. Kristaq F.Shabani

OS ORGANIZADORES

Profa. Dra. Magna Aspásia Fontenelle – Presidente da Akademia Alternative Pegaiane-Brasil, Academia de Letras do Brasil, ALB – SeccionalUberaba

Prof. Dr. Kristq F. Shabani –  Fundador e Presidente  da Akademia Alternative Pegasiane -Albânia e candidato ao Prêmio Nobel da Paz de 2017, pelo Estado de Albânia/Ohio-USA.

COAUTORES DA ANTOLOGIA

1-  Ale Abdo, São Paulo-São Paulo-Brasil

2-  Alexandre Gomes de Brito, Araguaína-Tocantins-Brasil

3-  Majlinda Shabani (Aleksandra), Gjirokastra-Albânia

4-  Antônio José Noberto da Silva, São Luís-MA-Brasil

5-  Aparecida de Fátima Pedrosa Mandelli, Cambé-Paraná-Brasil

6-  Asja R. Lushaj (Mulgeci), Tropoja-Albânia

7-  Begzad Baliu, Pristina-Albânia

8-  Bexhet Asani, Struga-Macedônia, Nova Jersei-EUA

9-  Cássio Cavalcante, Recife-Pernambuco-Brasil

10-Cecília Maria Rodrigues de Souza, Manaus-Amazonas-Brasil

11-Celso Ricardo de Almeida, Fervedouro-Minas Gerais-Brasil

12-Chris Herrmann, Duisburg-Alemanha

13-Dinos Koubatis, Atenas-Grécia

14-Elsa Koxha Cenaj, Macukull-Albânia

15-Enkeleida Z. Fejzo, Tepelena- Albânia

16-Enrieta Sina,Vlora –Albânia

17-Flutura Reshat Maçi, Tirana-Abânia

18- Gjergj Nikolla, Mirditë, Albânia

19-Guilherme da Silva Kappel, Uberaba-Minas Gerais – Brasil

20-Haxhi Kalluci, Fier- Albânia

21-Hekuran A. Rapaj, Tirana-Albânia

22-Hydelvídia Cavalcante de Oliveira Corrêa, Manaus-Amazonas-Brasil

23-José Antônio Coimbra, Itanhandu-Minas Gerais-Brasil

24-Prof. José Francisco da Silva Concesso, Araguaína-Tocantins-Brasil

25-José Pereira da Silva, Taubaté-São Paulo-Brasil

26-João Bosco da Silva (João Bosco do Nordeste), Feira de Santana – Bahia – Brasil

27-Prof. Jorge Alberto de Souza, Rio de Janeiro- Rio de Janeiro-Brasil

28-Jusmaria da Cunha Carvalho, São José do Rio Preto-São Paulo-Brasil

29-Katia Krepsk Valladares Silva, Niterói-Rio de Janeiro-Brasil

30-Kristaq F. Shabani, Gjirokastra-Albânia

31-Leonardo Mississipe de Souza, Manaus-Amazonas-Brasil

32-Maluma Marques, Surubim-Pernambuco-Brasil

33-Magna Aspásia Fontenelle, Uberaba-MG-Brasil

34-Manuel Eugénio Angela de Sá, Sintra –Portugal

35-Manoel Messias, São José do Rio Preto-São Paulo-Brasil

36 -Maurício Ferreira, Uberaba-Minas Gerais-Brasil

37-Mayron Engel Rosa Santos, Uberaba-Minas Gerais-Brasil

38- Mimoza Agalliu , Tirana-Albânia

39-Mimoza Ahmeti, Kruja-Albânia

40-Mimoza Rexhvelaj, Fier-Albânia

41-Naida Bashkim Gjyriqi, Albânia-Itália

42-Nelson de Abreu, Marília- São Paulo-Brasil

43-Nexhmije Hasani, Albânia-Inglaterra

44-Nilza Consuelo Alves Pinheiro, Uberaba-Minas Gerais-Brasil

45-Osmar Gomes dos Santos, São Luiz-Maranhão-Brasil

46-Osvaldo Dalberio Dal Bello, Marília-São Paulo- Brasil

47-Patricia Buzinni, São José do Rio Preto-São Paulo-Brasil

48-Panagiota Cristopoulou Zaloni, Atenas-Grécia

49-Petro Dudi, Tirana-Albânia

50-Prend Buzhala, Klina-Kosovo-Albânia

51-Reginaldo Pereira, Uberaba-MG-Brasil

52 Rezarta Pode, Shkodra, Albânia

53-Rodolfo Medeiros Cunha Fortes, Brasília-Distrito Federal-Brasil

54-Rosa Virgínia Carneiro de Castro, Fortaleza-Ceará-Brasil .

55-Santa Catarina Fernandes da Silva Costa, São José do Rio Preto-São Paulo-Brasil

56-Samira Aparecida de Camargo, São José do Rio Preto-São Paulo-Brasil

57-Selma Maria da Silva Kappel,Uberaba-Minas Gerais-Brasil

58-Shefqet Dinaj, Phd-Skivjan, Gjakova – Kosovo

59-Sergio Diniz da Costa, Sorocaba-São Paulo-Brasil

60-Simone Reis Carvalho, Uberaba-Minas Gerais-Brasil

61-Sirlene de Castro Oliveira, Uberaba-Minas Gerais-Brasil

62-Sol Figueiredo, Campos dos Goitacazes – Rio de Janeiro-Brasil

63-Valdo Fausto de Araújo, Uberaba-Minas Gerais-Brasil

64-Vera Çato, Durres- Albânia

65-Vjollca Aliaj, (Hysaj)-Vlora, Albânia

66- Vassiliki Kolliopoulou Kalahani, Patra(Corinthia) Grécia

67-Weslley Marcelo Massako Negre, Uberaba-Minas Gerais-Brasil

68-Prof. Wilson Vicente da Costa, Uberaba-Minas Gerais-Brasil

69-Xhevat Limani ,Fierishtë, Struga- Macedônia-Albânia

70-Zacharoula Gaitanaki, Atenas-Grécia

A BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO RIO

A Bienal é realizada pela multinacional francesa GL events, uma das líderes mundiais no mercado de eventos, e pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), que há 80 anos representa a classe editorial no país. Este ano, cerca de 80 editoras já estão confirmadas, além de livrarias, distribuidores e loja de e-commerce, como Submarino.

Com o tema “Que história queremos contar a partir de agora?”, a  Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro 2021 será realizada entre os dias 3 e 12 de dezembro, no Riocentro.

A ideia é aproveitar o evento para que as pessoas reflitam sobre as perdas e imposições trazidas pela pandemia de covid-19 e pensem sobre o futuro que desejam construir daqui para a frente, afirmou a diretora da multinacional francesa GL events, responsável pela Bienal, Tatiana Zaccaro.

O evento terá formato híbrido e a programação será transmitida pela internet. “Seguindo todos os protocolos sanitários, visando a segurança e a saúde de todos os envolvidos – público, funcionários, autores –, nós vamos trabalhar com 50% da capacidade do espaço. Todos aqueles que não conseguirem ir, por conta da redução de público ou porque não se sentem seguros de ir até a Bienal ou ainda porque moram longe ou até em outro país, vão poder acompanhar por meio da plataforma digital. Toda a programação vai ser transmitida por streaming”, informou Tatiana.

 

Tags: