Amanda Quintão: ‘Olhares abandonados’

16/11/2021 22:51

Amanda Quintão

Olhares vazios,
Olhares sedentos,
Olhares tristonhos,
Olhares cinzentos.

Olhares de mães,
Olhares de filhos,
Olhares de pais,
Olhares de filhos.

Olhares humildes,
Olhares carentes,
Abandonados,
Olhares de gentes.

Dos velhinhos desprezados,
Nas casas da solidão,
Dos bichinhos desestimados,
E das crianças com pé no chão.

Eis que paira a incompaixão,
Num mundo onde o “amor”,
Aos poucos se materializa.

E fica da cor do dinheiro,
Com gosto de consumismo,
Com forma de coisas fica.

E haja embrulho,
Haja embrulho!
É o mundo virando entulho.

 

Amanda Quintão

@amandaquintao_escritora

 

Tags: