Alcina Maria Silva Azevedo: ‘O avarento’

20/08/2020 15:33

Alcina Maria Silva Azevedo

O avarento

O dinheiro me enaltece?

Escravo me torno dele.

Meu espírito não cresce,

Apenas dependo dele !

É um Deus só meu…

Ou eu que sou só dele?

Que importa saber isso agora?

E que tantos por aí choram ?

Os meus amigos…nem tentem!

Se aproximar dele.

Eu não divido este amor!

Dos meus parentes tenho pena,

Chego até sentir-lhes a dor !

Mas nada faço…

Que pena !
Alcina Maria S. Azevedo
alcinamarias@yahoo.com.br
Tags: