Adriana Negrini: ‘Saudade’

09/10/2018 15:44

Saudade é aquele toque/ Que a lembrança dá na minha alma./ É o sorriso bobo fora de hora/ No meio da rua, enquanto eu caminho sozinha,/ Ouvindo uma música, que me faz lembrar/ Dos dias em que vi a senhora…”

 

Tia Neuza, ‘in memoriam’

Saudade

Saudade é aquele toque

Que a lembrança dá na minha alma.

É o sorriso bobo fora de hora 

No meio da rua, enquanto eu caminho sozinha,

Ouvindo uma música, que me faz lembrar

Dos dias em que vi a senhora…

É o olhar distante,

Quando sinto um perfume conhecido,

É sentir um vazio doído no peito

É o grito que sai, em forma de lágrima…

É o espaço, não ocupado, de um abraço,

É o silêncio forçado da sua voz,

É o arrepio adormecido, pela ausência do seu carinho,

Que de tanta falta me faz!!!

Saudade são as nossas conversas por telefone

Que me deixavam tão feliz!!

(Tudo do jeito que eu sempre quis!!)

Saudade é um pedaço do meu ser!!

Saudade é a espera que tem muita pressa.

Saudade é o lugar que uma pessoa querida constrói,

É o abrigo que traz alento para a esperança.

É o que diz meu sentimento,

Onde sua raiz está plantada,

E onde, no momento, a sua paz mora…

Saudade não tem dia não tem lugar, não tem hora,

Saudade é o que eu sinto da senhora!!

 

Adriana Negrini – drinegrini7@gmail.com

Tags: