A morte de Umberto Eco é sentida pela CBL

23/02/2016 14:53

“É uma grande perda para leitores de todo o mundo, a comunidade acadêmica e o setor editorial”, salienta com pesar o presidente da CBL, Luís Antonio Torelli

Em comunicado enviado à imprensa, a Câmara Brasileira do Livro (CBL) lamentou o falecimento do escritor,  semiólogo e filósofo italiano Umberto Eco, cujo sepultamento  acontece nesta terça-feira (23/2), em Milão, cidade onde morava.

Ele era um dos maiores expoentes mundiais da literatura, autor de livros de destaque no mercado editorial brasileiro e mundial, como O Pêndulo de Foucault (1988), O Cemitério de Praga (2010) e sua obra mais conhecida, O Nome da Rosa (1980), sucesso de crítica e de público, traduzida para 40 idiomas.

 

Tags: