José Coutinho de Oliveira: ‘Monarquismo XXVIII’

21/04/2017 00:53

José Coutinho de Oliveira – Monarquismo XXVIII

          Hoje queremos falar de um dos últimos nobres do império, vamos falar então do Dr. Henrique Marques de Holanda Cavalcanti, 2º barão de Suassuna, 21/12/1854 – 8/1/1941. Bacharelou-se em Ciências Jurídicas e Sociais em 1873, Recife, Pernambuco. Agraciado barão por decreto de 16/02/1889. Deputado geral por Pernambuco nas legislaturas de 18, 19 e 20 de 1881 a 1889. Filiado ao Partido Conservador; deputado provincial, Senador Provincial. Senhor das usinas Limoeiro e Mameluco, genro do Barão de Escada. Outro recordista é o 2º Barão de Nioac, Alfredo da Rocha Faria de Nioac, falecido em 1942. Antes de encerrar gostaríamos de lembrar que parece que o Conde D’Eu fazia parte do Conselho de Estado que parece ser hoje o mesmo Conselho da República previsto no artº 89 da Constituição Federal, onde, no inciso VII, prevê a nomeação de 6 cidadão brasileiros natos com mais de 35 anos, com mandato único de 3 anos.

José Coutinho de Oliveira
Tags: