Lafam: ‘Jogos olímpicos da democracia’

15/10/2018 22:09

Lafam: ‘JOGOS OLÍMPICOS DA DEMOCRACIA’

A palavra JOGO deriva da latina JOCUS, que significa brincadeira, entretenimento. Naturalmente, a Idéia não se restringe a uma mera diversão ou passatempo, pois tanto no âmbito físico quanto no mental, as atividades esportivas possuem diversos outros propósitos, correlacionados entre si ou não, mas que não devem ser desprezados, muito pelo contrário. Os esportes que exigem movimentação e esforço biomecânico, além dos enormes benefícios sobejamente conhecidos e valorizados por TODOS, como conferir ao Corpo Saúde, resistência, alívio ao Estresse, fortalecimento muscular, limpeza e manutenção dos vasos sangüíneos, ainda estimulam a secreção de diversos Hormônios e Neurotransmissores, como a Dopamina, a Serotonina e outros, que proporcionam um bem-estar generalizado: o Paraíso químico natural. Já o quê classificamos como Jogos mentais, entre eles o Xadrez, por exemplo, é um excelenteexercício para a Mente e seus inúmeros apêndices psíquicos, como o Raciocínio,  a Memória, a Criatividade,  a Capacidade de previsão, etc.

Ambas as esferas de abrangência, a somática e a anímica, são mais ou menos intensamente recompensadas. Nos esportes físicos, não bastam força e resistência, porém, igualmente se fazem necessárias habilidades cognitivas e motoras,  inatas ou desenvolvidas às expensas de esforço, dedicação e paixão por uma determinada modalidade esportiva. O Esportista deve ser ágil e, a despeito de muitosmovimentos terem se automatizado nele, por conta do Gerador Central (Padronizador de Atividades Motoras), ainda assim sempre surgirão situações e problemas novos e imprevistos, os quais usualmente ele precisará resolver em questão de segundos ou até menos.

Será aconselhável a Enxadristas e Campeões de vídeogueimes preocupar-se com a manutenção de boa forma física e índice posturalsatisfatório, se não desejarem acumular déficits orgânicos graves, decorrentes de sedentarismo e estatura errôneos. E tanto os adeptos de atividade corporal, quanto os outros, acabam também treinando e fortalecendo regiões mais sutis, que dizem respeito a patamares psíquicos mais elevados, tocando as raias anímicas, como a Moral, a Ética e o valioso, imprescindível e maravilhoso Espírito Esportivo. Isto se reveste de um significado profundo, universal e tem o condão de moldar e dar os retoques finais e mais valiosos àPersonalidade. Provavelmente, reside aí um dos mais relevantes fundamentos da importância da cadeira de Educação Física nas Escolas.

Quem não tem a grandeza de saber perder, não disporá de mérito para qualquer vitória. O ego não é a Identidade de ninguém(Estrutura Psicológica Total), mas o impulso de vaidade, exibicionismo e deslealdade. O sentimento egóico desperta um desejo mórbido, realmente uma necessidade exagerada de ser amado, admirado e até temido, merecidamente ou não, embora quem seja possuído por ele costume acreditar que possui direitos, privilégios e qualidades de sobra para ser considerado superior e melhor…

Competir faz parte da natureza, não apenas humana, contudo de TODOS os Filos, embora por razões óbvias, entre os Animais as conseqüências se apresentam como grande e fatalmente drásticas, tipo Vida ou Morte, ao passo que para as pessoas (minimamente civilizadas) em geral, a maior parte de tais implicações se restrinja a valores, níveis e atribuições simbólicos. Isto em si não tem nada de mais, exceto, é claro, para as Personalidades dengosas, mimadas e portadoras de incontinência emocional…

Um dos mais marcantes traços dos “politicamente corretos”, além do seu nauseante e previsível complexo de mi-mi-mi, é uma terrívelinsegurança e ansiedade, de proporção e colorido histéricos. Por inúmeros fatores caracterológicos e etiológicos, esse tipo de gente é travada em termos de iniciativa e ação, tíbia emocionalmente, e costumeiramente covarde. Diante da possibilidade de ser derrotada num torneio, prefere que ninguém curta a festa ou vença o desafio. Por ela, cada certame terminaria sempre em zero a zero.

Concordamos que não tem nada a ver alguém se tornar metido, achando-se o tal por demonstrar excelência numa qualidade técnica, física, artística ou de qualquer natureza, nem tampouco tripudiar sobre aqueles a quem venceu, no entanto, em regra, merece os seus louros – se competiu sem embustes e artimanhas de qualquer espécie.  Aos vencedores, mais do que batatas. Aos derrotados, resta se aprimorarem e esmerar mais, treinar, batalhar. Aprender que nenhum homem é formado ou regenerado de fato somente de ganhos ou perdas externos.

Mundo fenomênico é a preparação e a triagem para o autêntico e perene Reino dos Céus Nirvânico. Aqui aprendemos, passando por testes e provas. No Além, aplicamos e transcendemos a TUDO. A relação de valores não é exata, similar e formalmente correspondente a nenhuma outra, apesar de essencialmente TODAS compartilharem idêntica natureza e gradiente. O grande e o pequeno, o muito e o pouco, o forte e o fraco, muitas vezes não são senão o ponto e o contraponto da mesma linha rítmica.

Seja qual for o objetivo num dado Esporte, como já afirmamos, é sempre necessária uma excelente condição física para asmovimentações básicas e, mormente, os improvisos e as criações de gênio. Normalmente, somam-se pontos cada vez que se atinge uma meta. O Jogo pode consistir de um adversário contra outro ou de equipes. No segundo caso, é preciso bastante treinamento e Tempo passado junto, para o entrosamento dos membros, a formação de uma egrégora e o aprimoramento de cada qual no seu papel ou posição.

A luta mais árdua costuma se travar no íntimo do Atleta: vencer o ego e colocar os interesses da equipe acima da glória pessoal –apesar de que aquele que prepara a jogada para outrem ou garante a retaguarda, divide o galardão do ponto alcançado. O valor, as capacidades e as qualidades individuais se somam, mas grupalmente ocorre uma multiplicação. Isto nada tem a ver com igualitarismo, trata-se apenas de sinergia!

Evidentemente, cada variedade esportiva é regida por um conjunto de regras. Não faria nenhum sentido o contrário.  Para os Dementes anarquistas, este problema provavelmente configura uma das piores torturas filosóficas, dentre as muitas que dilaceram a sua perturbada Mente e depauperado Coração. Qualquer Esporte, para existir como tal, precisa da estipulação das suas atividades, modus operandi, participantes, intentos, regulamento, o que é permitido ou proibido, as eventuais penalidades, etc. Alguém deve desempenhar as funções de Árbitro, dispondo de autoridade para julgar no ato qualquer atrito entre as partes, observar se houve ou não infração, etc.

Assim, temos um resumo do Espírito de uma peleja na esfera de Jogos e Esportes que, entretanto, pode ser estendido e aplicado, metaforicamente, a muitos contextos e situações na Vida, tanto individual quanto social. De idêntica maneira, podemos também tecer paralelos com relação ao comportamento humano e às suas atitudes. Entendemos comportamento como aquele conjunto de atividades que realizamos exterior e manifestamente. Definimos Atitude como o nosso posicionamento íntimo, as nossas crenças, valores e princípios, nem sempre se manifestando TUDO em concordância e simultaneidade, por muitas razões diferentes.

Psiquiatra suíço, Cal G. Jung (1875 – 1961), mais um dissidente da Psicanálise, criador da Psicologia Analítica, genial em alguns momentos, pedante, estéril e enfadonho noutros, infelizmente membro da execrável Escola de Frankfürt, assim escreveu sobre atitude:“Um conceito psicológico que designa uma constelação especial de conteúdos psíquicos orientada para um fim ou dirigida por uma idéia-mestra!” Hummm, eis um dos seus bons momentos e abençoados conceitos.

De qualquer maneira, assim como a Política integra TUDO o que diz respeito ao homem, não só na administração da coisa pública e do bem comum – ou pilhagem e usurpação no caso de esquerdistas em geral e petistas, em particular -, mas inclusive nas suas interações sociais, afetivas e até sexuais: fazer charme, pôr o objeto afetivo contra a parede, chantagear, chorar, cobrar, etc., tem também umaconotação psicológica e política. Igualmente, as relações humanas podem ser vistas como uma contenda, no bom e no mau sentido. Num simples bate-papo com algum conhecido, por mais que ambos estejam desarmados e nenhum pretenda convencer o outro de NADA, realiza-se um Jogo.

 

 

A VIDA É UM JOGO, já cantava o grande paulista de Tatuí, José Roberto, (1946 – 2012). Embora a pretensão principal não seja vencer sempre ou obter alguma vantagem, nem manipular e brincar com os Afetos alheios, em  certas ocasiões  somos a Presa, noutras, oPredador. Nas relações amorosas sérias, adultas e inteiras, o êxito de cada parceiro resulta em proveito integral e equitativo para ambos.

Por falar nisso, entre os projetos escrotos, sujos e hediondos da Agenda Comunista, está um terrivelmente sinistro: de um lado, a erotização precoce, uma verdadeira aberração, de jovens e crianças, de outro lado, o prolongamento perpétuo da adolescência nos velhões em geral. Tudo bem, tudo ótimo, o homem e a mulher disporem perpetuamente de boa disposição, ânimo e alegria, vibrarem e fazerem projetos, todavia, isto representa algo muito diferente de crianças e adolescentes envelhecidos, apodrecidos e ávidos de curtições, modismos, baladas e novidades. Uma das fórmulas para se estabelecer essa falsa (como TODAS“dialética” e instaurar o caos emocional, familiar e social, foi a supressão do bom, saudável e gracioso namoro, substituído pela incitação à promiscuidade e puerilidade do “ficar”!

Namorar era muito, muito legal, gratificante e amadurecedor. Na Verdade, tratava-se de um treino, um ensaio, para a assunção de uma futura Família. O jovem pedia a garota em namoro, não necessariamente aos pais, contudo, depois de algum Tempo, ocorria o ritual de apresentação à família. As pessoas não precisavam namorar só uma vez e se encaminharem direitas ao casamento, porém, era um/a parceiro/a de cada vez e, em cada caso, havia meio que uma simulação, no bom sentido e com as respectivas limitações, de um relacionamento mais sério, passando posteriormente ou não pelo noivado e TUDO mais.

Acontece que a ignóbil esquerda, com TODOS os seus Desajustes Psíquicos, falsificações filosóficas, e “idiotizações” idiossincráticas e ideológicas, luta insana, quixotesca e injustificadamente contra aquilo que o homem construiu e conquistou de melhor, como a Família, a Ordem, o Estado Democrático de Direito, a Economia de Mercado. E, ridiculamente, ambiciona o marxismo “destruir o Capitalismo e destronar o/a amado/a Sr./a Deus/a (sic)!”

Os babacas vermelhos, similarmente têm se esmerado, através da sua grande mídia escravizada e vendida, bem como peladisseminação de Drogas, principalmente as Anfetaminas, em incentivar a homossexualidade, infiltrando-se em movimentos de defesa desses grupos, ideologizando-os. Os escopos de tal empreitada são muitos e bastante diversificados. As relações homossexuais são ou podem ser normais, dependendo do amadurecimento e das motivações originárias e subconscientes de cada homem ou mulher com tal característica.

Mas de qualquer forma, em razão de condensar e concentrar muita Energia Libidinosa e Telúrica, gera certa tensão que mal direcionada pode levar a conflitos, confusões e entreveros. Ademais, os funestos manipuladores da Engenharia Social crêem que homens menos “machos” pensam, sentem, agem e votam como as mulheres que, segundo ainda essas crenças, são mais facilmente abduzidas pelasdoutrinações e propagandas marxistas. E se as pessoas adotam a orientação homossexual em virtude de traumas originados de abusos, insegurança, auto-recriminação, sem terem sido devidamente analisadas e pacificadas interiormente, sofrerão bastante. E jamais atingirão a plenitude da felicidade, num relacionamento completo e satisfatório.

Os comunistas e TODOS os esquerdóides são muito safados, peçonhentos e sacanas. Eles estimulam, induzem praticamente, ahomossexualidade, porém, simultânea, hipócrita e veladamente, reforçam os preconceitos, os estereótipos e as imagens caricatas no restante da população, para com isso reforçar o Sentimento de Desajustamento e Exclusão nos gays e lésbicas, empurrando-os naformação de guetos e submundos, o quê reforça a coesão interna dos grupos, partidos e movimentos “revolucionários”, e acentua a sua raiva e mágoa contra os setores conservadores, distorcidamente apresentados como preconceituosos e repressores.

Depois de tomarem o Poder e instaurar a ditadura vermelha, criminalizarão as práticas homossexuais em TODOS os seus âmbitos: afetivo, sexual, artístico, etc. Não existe um único País de regime totalitário ou teocrático islâmico, que não persiga, prenda e fuzile os entendidos!

Ademais, os sujeitos masculinos desprovidos dos ímpetos típicos da Testosterona e Hormônios afins, serão menos efetivos na resistência à escravização e imposição da hegemonia comunista. Ainda mais se a população já tiver sido literalmente desarmada tática empregada atualmente e que muitos êxitos garantiu aos canalhas, assassinos e facínoras bolcheviques, ao longo do penoso estabelecimento, na Rússia, do regime de crimes, abusos, pilhagens, espancamentos e assassinato de Camponeses, Profissionais Liberais e Operários, além dos povos que não aceitaram se submeter a essa corja revolucionária.

Sem pretender jamais defender ou apoiar o machismo, o Brucutu que puxava a mulher pelo cabelo (embora muitas vagabundinhas marginais adorem ser tratadas assim, por traficantes de favelas e morros), mas a postura masculina com uma levada equilibradamentepânque, é imprescindível. Veja o caso daquelas Escolas nos Estados Unidos da América, que são invadidas por Alunos Psicóticos,armados até os dentes, que disparam contra TODOS. Ao contrário do que os salafrários esquerdistas sustentam contra a venda de armas, os matadores teriam conseguido os armamentos e a munição de qualquer jeito.

Pois bem, se fosse antigamente, os assassinos teriam feito poucas ou até nenhuma vítima, pois os garotos “másculos” reagiriam de forma defensiva, segura e eficiente. Enquanto, por exemplo, um doido recarregava o revólver, houve Tempo de sobra para uma reação adequada. Entretanto… A galera, tanto os meninos quanto as meninas, encontrava-se num estado compreensivelmente deplorável, paralisada de medo, borrando-se inteira, assustada, chorosa…

Os homens delicados, sensíveis e dotados de Alma e Psique femininas são belos, queridos e graciosos, identificando-se com o componente Ying do seu ser. Afinal, como seres humanosnenhum de nós é completa e absolutamente masculino ou feminino, pois biologicamente metade do nosso conjunto de cromossomos é oriunda do pai e a outra, da mãe. Segundo a visão junguiana e de muitas correntes religiosas, ióguicas e filosóficas orientais, psiquicamente TODOS possuímos a anima (força de natureza feminina) eanimus (a energia masculina). Até aqui, tudo bem, aliás, tudo ótimo. Cada pessoa é formada de uma combinação peculiar e praticamente singular dessas polaridades.

 

A Síndrome de mi-mi-mi e nhém-nhém-nhém, levada às últimas e trágicas conseqüências: TUDO como os demoníacos Engenheiros do Controle Social planejaram. Ninguém capaz de esboçar o menor gesto de defesa. Os planos dos comunistas para subverter, e destruir o Mundo Ocidental, abrangem as piores ações diretas e indiretas, individuais (psicológicas e ambientais) e coletivas. As pessoas são quebradas e acorrentadas, interior e exteriormente. Ora, a essência feminina é maravilhosa, linda e inusitada. Tanto o homem quanto a mulher são sagrados e ocupam lugares especiais no Mundo e no Mistério da Criação. As diferenças, entretanto, não se restringem a fatores culturais como inventaram os canalhas da Escola de Frankfürt.

O brilhante Pensador e Psicólogo suíço, Dr. Ludwig Klages (1872 – 1952), criador de uma Escola psicológica, que batizou deCaracterologia, realizou estudos importantes sobre o modo de ser e fazer de ambos os sexos. Segundo ele, a mulher tem umaPercepção Sensorial e Extra-sensorial mais apurada que o homem, no entanto, por motivos inúmeros, a sua natureza concilia vibrações supostamente contraditórias, como expressividade muscular e delicadeza (não fragilidade). Por exemplo, no tocante aorelacionamento afetivo-sexual, o brilhante Dr. Klages assevera que a mulher percebe inteira e perfeitamente quem é a criatura com a qual está se envolvendo, detectando todos os seus vícios, podridões e fraquezas, entrementes, apesar disso, consegue amá-la e se entregar a ela.

homem, usualmente amadurecido mais tardiamente que ela e sempre um tanto ingênuo, idealiza a níveis além da Realidade o objeto da sua  paixão, desapontando-se inevitavelmente depois e se tornando agressivo. Claro, isto não constitui nenhuma regra rígida e absoluta, como de resto acontece com TUDO o quê se refere à humanidade. O fato é que homens com um perfil femininamente dócil, submisso e conciliador, interessam demais aos demagógicos, torturadores e pulhas dos movimentos, partidos e organizações esquerdistas, pois oporão menos resistência ao encabrestamento da hegemonia marxista! É óbvio que há homens masculinos e ineptos para luta, disputa e guerras, assim como há mulheres amazônicas, contudo, a média garante o poder de oprimir e escravizar dos comunistas!

E como na odiosa, sanguinolenta e terrorífica “Revolução francesa”, quando os insurgentes abriram os portões da Bastilha (1789), libertando hordas inteiras de homicidas, estupradores e assaltantes – não havia um único preso político sequer – os atuais “revolucionários” tencionam fazer o mesmo, assim como na Rússia, em 1917, e em TODOS os movimentos e levantes comunistasposteriores, pelo Planeta inteiro. Os Portais do Inferno escancarados e a população de Bem sem armas, nem defesa. As Forças Policiais insuficientes, mal aparelhadas e desarticuladas. Você consegue imaginar o horror, o sufoco e a miséria do Terror ? Os comunistas consideram essa fase essencial para a demolição completa da boa e velha Ordem.

Para quem não sabe, a bagunça começou em 1917, na Rússia, como um amotinamento, no princípio popular e generalizado, contra a fome, a utilização dos Soldados, jovens e inexperientes Camponeses como bucha de canhão, as políticas czaristas corruptas, repressoras e desastrosas. Havia muitas outras forças e correntes, mais honestas, íntegras e democráticas, na luta pelo Poder, porém, foram covardemente aniquiladas pelos bolcheviques, que receberam apoio até de alguns judeus milionários norte-americanos!

E até os anos de 1930, ainda se valiam de TODO o Terrorbrutalidades e arbitrariedades para implantar a infernal “ditadura do proletariado”, tanto em seu território quanto nos Países limítrofes, que eram menores, mas formados de gente ordeira, valorosa, Guerreira e muito apegada à sua Pátria, terras e tradições. Foram simplesmente trucidados: chechênios, cazaquistaneses, cossacos, ucranianos, caucasianos, etc.

Os bolcheviques, através das tropas brutais e facínoras da Tcheka e do exército vermelho, roubavam 2/3 ou mais da produção dos pobres Campônios, a título de tributo e/ou punição, condenando-os a morrer de fome. Tiravam também os seus pertences pessoais. Impunham-lhes torturas e humilhações, como obrigarem-nos a percorrer as ruas principais da cidade nus e acorrentados, sendo chicoteados, em pleno inverno russo. Enviavam-nos aos Gulags, onde as condições eram trágica e exgeradamente mais desumanas do que nos campos de concentração nazistas, que comparativamente pareciam aprazíveis colônias de férias…

Alguns desses Infernos eram próximos a Florestas e a maldade que mais divertia os guardas e administradores, era obrigar os coitados a dormirem nus e amarrados, perto das matas, no Verão, onde os Mosquitos faziam a festa, o repasto e cuidavam do suplício. Por isso que hoje, mesmo os canalhas vermelhos não podendo esconder mais a Verdade diante da apresentação de relatos, documentos, fotografias, cartas e prontuários, que foram disponibilizados durante algum Tempo, recentemente, pela maldita K. G. B., dizem cinicamente que isto não aconteceria mais hoje em dia (apesar da repressão violenta nas repúblicas socialistas bolivarianas como Cuba e Venezuela, por exemplo).

Entretanto, só o fato de os esquerdistas atuais se sintonizarem e mancomunarem com regimes podres e desgraçados como esses, já é motivo para TODO e qualquer esquerdóide ser considerado um criminoso contra a humanidade. Nós repudiamos completa e inteiramente quem perpetrou essas patifarias, assim como aqueles que a aceitam, defendem ou descaradamente negam a sua existência e lutam para implantá-las no presente! Assim, poderíamos, quiçá, ver a Política como um Jogo de forças democráticas, onde através dosufrágio universal, as Idéias, opiniões e perspectivas diferentes se revezariam no Poder e na direção do País, cada governorespeitando e até dando continuidade aos trabalhos e obras iniciados e desenvolvidos na administração anterior.

Seriam maravilhosas e benéficas essas margens seguras e ordeiras da oscilação, ora priorizando um aspecto, ora outro, indo um pouco para cada lado e retornando, dentro de limites responsáveis, honestos e realistas. As regras morais e éticas, os estatutos legais e as Tradições, sempre respeitados e encarados como sinalizações e meios seguros, inteligentes e eficientes para TODOS trabalharem e lutar pela Felicidade, Segurança e Auto-Realização. Uma Nação como uma família: um por TODOS e TODOS por um. ComLiberdade para cada qual ser diferente e ter Direitos Individuais sagrados assegurados pelo Império da Lei e da Ordem!

TODOS poderíamos jogar com as nossas melhores capacidades, esperanças e certezas, confiando cabalmente nos Juízes e nos adversários, sabendo ganhar e perder com similar serenidade, conscientes de que ser vencido não significaria uma derrota,  nem ganhar, licença para  esnobar. Afinal, numa disputa esportiva, não tem cabimento os participantes serem movidos pelo ódio, desejo de vingança e Morte ou coisas assim.

Menos ainda tem a ver o comportamento diabólico, delirante e covarde das torcidas uniformizadas de futebol que, quando em turma, apanham um infeliz vestindo uma camiseta de outro time e o espancam até matá-lo. Ou lançar um vaso sanitário do alto da arquibancada, num estádio, esmagando o crânio ou outras partes do corpo de inocentes. Disparar um rojão contra outros torcedores, Jogadores, viaturas policiais ou quem quer que seja.

Êpa, espera aí! Voltemos à Realidade da nossa analogia dos Jogos Políticos da Democracia. O que pretendemos dizer é que nesse caso seria impossível qualquer possibilidade de uma partida decente, verdadeira e ordenada com os políticos, militantes e ideólogos da esquerda. Sim, acontece que os lazarentos são desonestos ao extremo, patologicamente. São mentirosos compulsórios, não têm palavra de honra. Não poderia ser uma simples questão de sermos educados, justos e corteses, cada qual com a sua opinião, gostos e preferências, respeitando as diferenças.

Oh, nada disso!  Um dos problemas é que os socialistas e comunistas de qualquer ordem, classe, gênero e espécie, são canalhas, maus, cínicos e embusteiros. Nem falamos dos petistas! Eles fingem aceitar e respeitar as normas dos Campeonatos Democráticos, seguem por um Tempo o regulamento e as tabelas, enganam a própria torcida, até se sentirem seguros o bastante para dar o bote. Mentem, subornam os Julgadores, Bandeirinhas, Gandulas e Seguranças. Executam os opositores!

É desaconselhável, inconveniente e um gravíssimo erro confiar o mínimo que seja nessa gente. Com as suas muitas mentiras e deturpações, fazem os tolos, incautos e alienados verem a Verdade da Realidade como uma mentira, persuadindo-os que as mentiras que sustentam, elaboram e pregam é a “Realidade da Verdade”!  A primeira grande subversão ocorre na Mente das suas vítimas. Como consta biblicamente, “o certo parece errado” e vice-versa. A Teoria Crítica questiona, critica e detona a TUDO, mas seus adeptos nunca se mostram capazes de auto-crítica, elucidação das suas inúmeras contradições e nem apresentam argumentos consistentes, inteligentes, embasados ou demonstráveis. É compreensível TUDO isto: se o pessoal esquerdóide sempre teve naturalmente uma série de Desajustes e Perturbações Mentais e Espirituais, experiências traumáticas, além de dinâmicas subconscientes e genes predisponentes à dependência química, os processos que sofreram por zumbis mais velhos e inveterados do partido e das seitas marxistas, privaram-nos inteiramente de qualquer capacidade de pensar, raciocinar, comparar e interpretar os fatos subjetiva e objetivamente.

Obviamente, muitos já possuíam uma Personalidade Esquizóide e uma predisposição à Psicopatia, contudo, depois de ouvir, ler, assistir e encasquetar tanta merda, as suas faculdades psíquicas e emocionais superiores se tornam, muitas vezes, perigosa e irreversivelmente, comprometidas. Quem passará impunemente por tanta cerveja, pinga, maconha, “filósofos” marxistas, existencialistas, marcuseanos, adorneanos, foucaulteanos, lacanianos e outros ?                   Discursos vazios, estéreis e enfadonhos de ditadores mortos e vivos, dirigentes sindicais e secretários-gerais de diretórios acadêmicos. Noites insones ou mal dormidas sob intenso e caótico efeito de cocaína, tramando e conspirando “revoluções” e masturbações armadas! Muita música sentimentalóide latino-americana e cubana, hippies destrambelhados, relacionamentos afetivos e sexuais complicados, exasperantes e frustrantes.

 

As fileiras de diretores, membros e simpatizantes devem ser infantilizadas ao máximo, não no lindo e magnífico sentido cristão, mas com slogans revolucionários batidos, receitas de pudins, tortas e bolos, fórmulas pseudo-científicas e preceitos morais, filosóficos e ideológicos prontos e pré-fabricados, TUDO apoiado por um senso-comum vulgar. Afinal, o bom revolucionário, segundo eles, tem um fuzil (pode ser faca, pedra, pedaço de pau, tacape, etc.) na mão e mentiras, clichês, lugares-comuns e besteiróis “politicamente-corretos” na cabeça!!!

 

Nunca poderemos jogar qualquer Jogo com essa turma degenerada. Até numa simples partida de buraco, eles roubam de diversas maneiras, tipo olhando as cartas dos outros, trocando sinais entre si, se jogam em dupla, pegando mais de uma carta do monte. O pior, como tivemos o desprazer de presenciar certa feita, quando ainda ingenuamente acreditávamos numa possível convivência com essaescória humana, é na contagem dos pontos.

Nesta ocasião, um amigo que já estava de saco-cheio dos papos-furados e  artimanhas petistas,  durante a partida, pegou as cartas que a nossa oponente acabara de contar e descobriu ali um erro de mais de cinqüenta pontos! Uma vergonha essa petista malandra, prepotente e falastrona, que tivemos o prazer de nunca mais encontrar em lugar nenhum. A conclusão é que você não pode estabelecer nenhum acordo, tratado ou contrato com essa súcia, muito menos conviver e praticar qualquer Esporte.

E temos de levar em conta o seguinte também: Podemos representar os Transtornos Psíquicos como uma vesícula nas paredes da Caverna Mental do nosso Eu, onde se encontram incrustados os elementos da nossa Personalidade e TODAS as Informações e aquisições cognitivas, que amealhamos ao longo desta e, possivelmente, outras Vidas. Nem TODO Conhecimento é verdadeiro, precioso e real, entretanto, existem aqueles que são grandemente prejudiciais, pois distorcem a Verdade, conspurcam a nossa Alma e suscitam vibrações e irradiações nocivas, auto-destrutivas e desprovidas de harmonia.

Essas sementes do mal são implantadas incidental ou propositadamente no Jardim da nossa Consciência e podem ou não germinar, ao longo da Existência. Ora, os mais satânicos, deletérios e insidiosos conceitos são aqueles que se mostram como racionais, sensatos e verdadeiros, todavia, além de falsos, ainda por cima florescem e impulsionam outros Pensamentos, que provocam uma reação em cadeia de Afetos, Sensações e Desejos degradantes, contraditórios, pecaminosos e criminosos.

Dando poucos exemplos, podemos citar os livros marxistas e as cartas, ordens e decretos leninistas ou stalinistas. Os infelizes adeptos dessas anomalias afirmam valorizar o que é matemático, científico e material, mas não conseguem perceber que TODO o edifício comunista é baseado em teorias arbitrárias, ficcionais e tendenciosas. O darwinismo, por exemplo, não explica a NADA e inventa razões fantasiosas com ares científicos, supondo “destronar o Senhor Deus” e não conseguindo apresentar qualquer Idéia válida em seu lugar. Não que o Naturalista britânico, Charles Darwin (1809 – 1882) fosse socialista, mas acabou encampado por eles…

Usando termos pomposos como “evolução das espécies”, “adaptação”, “transformação”, “seleção natural” e outros como cortina de fumaça, foge-se pela tangente dos focos discutidos.  E nenhum “cientista” ou “filósofo” ateu, materialista e marxista consegue escapar do seu campo de mentiras, estereotipias, preconceitos e mentalidade enlatada, e perceber a simples e natural obviedade de que o ser humano não apenas quer e aprecia possuir, mas como ele precisa do Sentimento de Propriedade, tanto para completar a construção da sua Personalidade e Identidade, quanto para estabelecer medidas e referências acerca do seu papel e espaço nos grupos sociais a que pertence, no Mundo e no próprio Universo. Isto integra a nossa natureza biológica, mental e espiritual! E até os coitados que nasceram, cresceram, foram condicionados e viveram a Vida inteira dentro de um regime totalitário, no fundo anseiam pela Liberdade de ser alguém individual e ter o seu próprio patrimônio!

Um Inseto que se parece com uma Folha: isto foi uma adaptação, sorte na roleta russa dos genes, especialização, mutação casual ou a Inteligência Suprema do Criador ? O nosso cóccix é o remanescente de uma cauda ? E por que a teríamos perdido ? Um hominídeo há milhões de anos atrás sacou que um dia trajaríamos roupas, então para não ficar feio no futuro, deixou de utilizar o membro estabilizador e que externa Emoções, para que, pela Lei do Uso e do Desuso,  este atrofiasse e caísse ? Como uma espécie conseguemudar do ambiente aquático para o terrestre ou vice-versa ? E o quê dizer do ideário freudiano, que perverte muito e não explicaNADA ? A sua elaboração da máquina mental dá a impressão que somos um tipo de repartição pública, repleta de Funcionários, algunsSuperintendentes, câmeras de circuito interno, microfones e TUDO mais. A interpretação de material onírico freudiana se perde em minúcias tipicamente obsessivas e inúteis.

Um complexo sistema burocrático e policial, altamente especializado e bastante dispendioso, com um único propósito: coibir a obsessiva, vasta e apocalíptica rede de sexualidade, com dispositivos mentais e encefálicos de repressão, deslocamento, compensação, etc. Perguntamo-nos: e quanto aos povos onde a licenciosidade é total, como entre certas tribos aborígenes da Oceania:tais aparatos, institutos e departamentos de censura e controle existiriam ? Se os sonhos são a mera realização de desejos reprimidos, por que não o fazem explicitamente e aliviam completamente de uma vez por TODAS, a tensão decorrente dos tabus e proibições ? E se não houvesse NADA a reprimir, não ocorreriam viagens  oníricas ? Sério mesmo ?    Certa vez, pensamos na possibilidade de haver mais um novo tipo de Olimpíadas. Nesta, TODAS as drogas seriam não só liberadas, mas obrigatórias. Os Atletasusariam o quê quisessem, porém, para efeito de estudos e comparações (em Medicina, Anatomia, Fisiologia, Neuropsicologia, Educação Física, etc.), deveriam notificar o comitê central sobre as substâncias empregadas. Muitos morreriam, decerto, todavia as Ciências em geral obteriam um acervo imenso de Conhecimentos, que além dos campos de concentração de regimes totalitários, como os nazistas e os comunistas, nunca se conseguiria.

 

 

Brincadeiras à parte, o fato é que qualquer beócio, Psicopata, doido-varrido e filhodaputa que invente qualquer coisa, seja “filosofia”, ideologia, partido político, igreja ou associação de qualquer tipo e matiz ideológico, por mais imbecil, nojento, criminoso e sem o mínimo sentido que seja o seu conteúdo, encontrará sempre outros babacas que se tornarão seus adeptos fervorosos, radicais e fanáticos. Afinal, para muita gente a caixa craniana é como um vaso sanitário: recebe urina, fezes e o quê quer que se despeje ali dentro. Assim ocorreu com o marxismo-leninismo e TODAS as tranqueiras, imundícies e cretinices produzidas na seqüência.

 

 

As Idéias comunistas, socialistas e quaisquer outras esquerdistas, são falaciosas, inoperantes, contraproducentes e NADA nelas funciona, exceto o quê se refere à violência, terrorismo, genocídio, fratricídio, espalhamento da miséria, encastelamento de uma casta medíocre, torpe e sádica na direção política e partidária. E você vai encontrar cafajestes sequazes de ambos os sexos e TODAS as idades, classes socioeconômicas e culturais, regiões e épocas históricas. Se o bunda-mole fundador diz que o natural é nos postarmos e movermos agachados como Símios ou de quatro, como Mulas, os seguidores obedecerão incontinenti e jamais se questionarão o POR QUÊ da coisa e se, de fato, ela é boa ou faz bem!

Neste ponto da nossa História, aqui no Brasil, embora de certo modo no Mundo inteiro, achamo-nos numa certa encruzilhada. Usando acabeça, valendo-nos da Inteligência, Racionalidade, Sensibilidade e TODOS os dons com que o/a amado/a Sr./a Deus/a nos brindou,a despeito da negação disso pelos ateus marxistas, a Resposta é assombrosamente simples, fácil e até evidente. Faremos o Jogo dos pérfidos, depravados e enlouquecidos, que são apenas parcialmente “Senhores do Mundo” ? Elegeremos a escravidão, as trevas, a censura, a opressão e a fome ? Por quê ? O amado Senhor Jesus, entre tantos belos, verdadeiros e eficientes Ensinamentos, exortou-nos a não temer aqueles que até nos matam, mas depois NADA mais podem fazer. O Inimigo é um trapaceiro desprezível: não possuiPODER algum além daquela falsificação que, através do medo, negligência, preconceitos, ignorância e comodismo, outorgamos a ele! Abraços e beijos, amada galera! “Brasil acima de TUDO, (Senhor) Deus acima de TODOS”! Paz Profunda!

Lafam.

Out./2018

Tags: