Jorge Paunovic: ‘A Salvação do país está na próxima eleição’

13/07/2018 23:27

Jorge Paunovic: ‘A Salvação do país está na próxima eleição’

 

                                               O País estava voltado a copa do mundo torcendo pela nossa seleção e mais uma vez decepcionados pela saída precoce dos jogadores. No esporte é assim: há um vencedor e um perdedor. Na política vemos um congresso totalmente descomprometido com a saída da crise que o país passa. Diversas leis foram aprovadas totalmente contrárias ao equilíbrio fiscal exigido pela nação. Depois de anos o orçamento sendo gasto de forma irresponsável pelos nossos administradores públicos, empréstimos a empresas que não tinham garantias, a países estrangeiros que atualmente não estão honrando com o pagamento, empresas campeãs que estão à beira da solvência e ainda a generosidade com orçamento público. Para se ter uma ideia se fosse uma empresa particular estaria falida.  A conta está para ser paga pelos contribuintes.

                                               Vem aumentos por aí para os consumidores além dos planos de saúde bem acima da inflação. Teremos um generoso aumento nas contas de energia elétrica via legislativo. Aumentaram a gratuidade para usuários de energia que tem uma renda pequena, sem comprovação: as empresas do norte que tem mais gatos (ligações clandestinas) serão reembolsadas pelos consumidores legais para que não tenham perdas. Ora, pelo que se sabe, essas ligações clandestinas (o nome já diz) são ilegais e é qualificada como furto de energia e seus responsáveis passiveis de punição de acordo com o nosso ordenamento jurídico. Aliás, falando em ordenamento jurídico este final de semana uma polêmica que deu certo embaraço à Justiça Federal. Um desembargador plantonista resolveu acatar um habeas corpus em favor de um preso cumprindo pena. Um prende e solta danado, no entanto esse Magistrado jamais poderia ter aceito esse remédio jurídico pois era incompetente e o tal recurso deveria ter sido julgado pelo Juiz Natural ou Prevento, ou seja são regras que todos os Tribunais tem e que não foram respeitadas pelo Desembargador de Plantão.

                                               A insegurança jurídica acontece quase todos os dias em nosso país é um tal de prende em razão de Jurisprudência e alguns membros desse mesmo Tribunal não a cumprem e soltam. A população acaba desacreditando na Justiça.

                                               O maior problema está nesse nosso Congresso com inúmeros respondendo a investigações envolvidos na Lava Jato legislando, além daquelas aprovadas contra a economia estão livrando seus pares na Comissão de Ética. Há Deputados condenados e cumprindo pena por terem praticado crimes contra a administração pública a noite dormem no presídio e durante o dia legislam no Congresso, o que não entendo é que como podem ter o mandato se ao serem condenados poderia o Judiciário aplicar a pena assessoria de perda do mandato e a proibição de exerce-lo por alguns anos.

                                               Por essa razão torna-se imprescindível que todo o cidadão tenha a responsabilidade quando for votar e exercer sua cidadania saber votar escolhendo candidatos que tenham espírito público.

                                               O governo tem um déficit anual que é coberto com empréstimos e já chega a mais de setenta por cento do PIB o que é preocupante, embora o governo esteja lutando para diminuir esse déficit nosso congressistas não estão preocupados com esse problema e já há economistas preocupados com o ano que vem e o novo governo pois será verdadeiramente uma herança maldita.

                                               Enquanto isso há falta de leitos em hospitais e os pacientes esperam longos anos por exames e cirurgias em razão de que o número de leitos diminuíram na rede pública, na verdade o que o SUS paga para as mantenedoras desse hospitais não cobre os custos e assim esses nosocômios são obrigados a buscar empréstimos ou doações para poderem se manter, não conseguindo fecham as portas.

                                               O povo brasileiro deve ter esperança de que um futuro melhor poderá chegar basta saber votar. Essa é a solução.