100 anos do Parque das Monções

11/03/2020 10:49

 Tela ‘Partida da Monção’ será vivenciada pelos artistas porto-felicenses 

Artistas porto-felicenses estão desde 2019, realizando estudos sobre a tela “Partida da Monção” , uma pintura a óleo sobre tela, datada de 1897, do pintor e desenhista brasileiro José Ferraz de Almeida Júnior.

A idealizadora do projeto é  a contadora de histórias profª Sonia Jaqueline S. Oliveira, começou estudando a tela sozinha há 5 meses , é um sonho dela que se tornou realidade quando  convocou os artistas para estudar juntos  dar vida ao quadro “ Partida da Monção”. Segundo a professora a intenção do grupo é homenagear os cem anos do Parque das Monções, que ocorre em abril deste ano. Durante este caminhar encontrei ajuda voluntária de muita gente disposta , como Andreia Tuvani que registra desde do inicio toda trajetória do projeto.  Minuciosamente a tela foi ganhando vida com cada integrante que chega e representa os personagens deste maravilhoso registro de Almeida Junior, finalizou.

Neste domingo o grupo reuniu setenta pessoas homens , mulheres e  crianças ,  no parque para registro fotografico e filmagem que contou com a ajuda voluntária do renomado  profissional em imagens Alexandre Sousa para registrar e produzir a “façanha” inédita .

Para a  direção deste trabalho cultural Sonia Jaqueline convidou sua  professora de teatro Laioan Perret que já dirigiu várias peças teatrais ,  hoje  elas contam com o apoio da Prefeitura Municipal de Porto Feliz através da diretoria da cultura, esporte e turísmo que cedeu o  guarda roupa histórico, cenário e espaço público para reuniões , ensaios e estudo do grupo.

Já para turísmologa Lourdes Kerche do Amaral,que cuida da parte cenografica e guarda roupa histórico, comentou “… o que vai ser realizado é algo inédito e irá marcar certamente as comemorações do Parque, um local sagrado para os artistas !”

Sobre o artista :
José Ferraz de Almeida, é representante do naturalismo e realismo brasileiro.Atualmente sua obra “Partida da Monção”, faz parte do acervo do Museu Paulista (também conhecido como Museu do Ipiranga), localizado na cidade de São Paulo. Suas dimensões são: 390 centímetros de altura por 640 centímetros de largura.

No quadro, temos a representação dos últimos instantes que antecedem a partida de uma expedição fluvial, também chamada de monção, em uma data indeterminada entre o final do século XVIII e o início do século XIX. A cena se passa no Porto de Araritaguaba (atual Porto Feliz, no interior de São Paulo), às margens do Rio Tietê. O destino dessa expedição seria o município de Cuiabá, no Mato Grosso.

 

Fonte : http://enciclopedia.itaucultural.org.br/

Imagens : Andreia Tuvani

 

 

 

 

 

 

Tags: